Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Estudo de fatores ambientais associados à transmissão da leishmaniose tegumentar americana através de sensoriamento remoto orbital e sistema de informação geográfica (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated author: COSTA, ANTONIO ISMAEL PAULINO DA - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753
  • Subjects: LEISHMANIOSE CUTÂNEA; ECOLOGIA; SISTEMAS DE INFORMAÇÃO; GEOGRAFIA
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Conclusões. A presença de fragmentos de matas medindo pelo menos 1há, situadas a uma distância de até 430m das residências, assim como a existência de vegetação arbórea menos densa nas áreas peridomiciliares, parecem encerrar condições de transmissão domiciliar ao homem, indicando a dependência deste modo de transmissão em relação ao ciclo silvestre. A Metodologia utilizada mostrou ser uma importante ferramenta na identificação e mensuração de fatores ambientais associados a LTA.Objetivo. Identificar fatores ambientais associados à ocorrência de leishmaniose tegumentar americana no município de Itapira, SP e estabelecer parâmetros ambientais para os estudos ecológicos dos ciclos de transmissão desta doença. Métodos. Estudo com base nos casos autóctones de leishmaniose tegumentar americana, notificados a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, entre 1992 e 1998. Foram utilizadas técnicas de classificação digital das imagens de sesoriamento remoto e cartografia ambiental para compor a base de dados referentes à vegetação arbórea, localização das residências nos locais de provável transmissão de casos humanos, hidrografia e relevo. Dados de presença de espécies de flebotomíneos em alguns locais de provável transmissão (LPT) foram obtidos de coletas realizadas pela SUCEN. Resultados: Fragmentos de matas residuais estavam presentes em 19 dos 20 LPTs considerados. Em 9 destes locais, as matas situavam-se a menos de 200m das residências dos LPT e nos 11 restantes esta distância era no máximo de 430m, aproximadamente. Na grande maioria dos casos, 20% ou mais das áreas dos LPTs eram recobertos por vegetação. As maiores concentrações, de matas associadas aos LPT localizavam-se nas altitudes acima de 801m e declividade superior a 10 graus.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.10.2001
  • Online source accessDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Antonio Ismael Paulino da; NATAL, Délsio. Estudo de fatores ambientais associados à transmissão da leishmaniose tegumentar americana através de sensoriamento remoto orbital e sistema de informação geográfica. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753 > DOI: 10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753.
    • APA

      Costa, A. I. P. da, & Natal, D. (2001). Estudo de fatores ambientais associados à transmissão da leishmaniose tegumentar americana através de sensoriamento remoto orbital e sistema de informação geográfica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753
    • NLM

      Costa AIP da, Natal D. Estudo de fatores ambientais associados à transmissão da leishmaniose tegumentar americana através de sensoriamento remoto orbital e sistema de informação geográfica [Internet]. 2001 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753
    • Vancouver

      Costa AIP da, Natal D. Estudo de fatores ambientais associados à transmissão da leishmaniose tegumentar americana através de sensoriamento remoto orbital e sistema de informação geográfica [Internet]. 2001 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2001.tde-24032021-081753


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022