Exportar registro bibliográfico

As relações entre o relevo, os solos e a floresta Atlântica na Serra do Mar (bacia do rio Itamambuca, Ubatuba, SP) (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SIMONETTI, CRISTINA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Assunto: FLORESTAS PLUVIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: A floresta Atlântica, que dominou outrora uma extensa faixa do Brasil oriental, recobre hoje pouco mais de 5 porcento da área original. Os remanescentes mais expressivos concentram-se na região Sudeste, sobretudo na serra do Mar, onde foram preservados graças aos limites naturais do ambiente, sujeito aos mais intensos processos erosivos de todo o território brasileiro. Neste estudo testou-se a hipótese que a dinâmica superficial influencia a estrutura e a composição da floresta. Para isso, estabeleceram-se relações detalhadas, qualitativas e quantitativas, entre o relevo, os substratos e a vegetação da bacia do rio Itamambuca, situada em Ubatuba, litoral norte de São Paulo ('45 GRAUS 00 minutos - 05 minutos W - '23 GRAUS 15 minutos - 25 minutos S). Identificaram-se, a princípio, os componentes elementares do relevo, distinto quanto à forma, natureza, constituição e dinâmica superficial. Em cada componente ou compartimento morfodinâmico analisaram-se os substratos e a estrutura e composição da floresta. Reconheceram-se quatro compartimentos: encostas superiores, encostas intermediárias, depósitos coluviais e depósitos aluviais. As encostas superiores, retilíneas e erosivas, caracterizam as porções intermédias das vertentes mais extensas. Menos declivosas, são marcadas por uma variação maior do gradiente topográfico. Escorregamentos de grande magnitude, conquanto importantes na dinâmica das encostas, são tipicamente esporádicos. Graças à cobertura vegetaldensa, a infiltração e o escoamento subsuperficial são pronunciados e, ao contrário dos movimentos de massa, efetivos durante maior parte do ano. Os solos são, por isso, desenvolvidos e muito intemperizados. Os depósitos coluviais são segmentos convexos que sustentam as bases das vertentes de grande parte da bacia. Como nas encostas, a infiltração e o escoamento subsuperficial são processos importantes, efetivos durante grande parte do ano e não perturbam a ) floresta; os escorregamentos são também ocasionais. Nesses sítios deposicionais predominam cambissolos que, embora muito intemperizados, são menos evoluídos que nas encostas. Os depósitos aluviais são segmentos quase horizontais, restritos ao fundo de vale. Contrapondo-se às encostas e aos depósitos coluviais, são freqüentemente afetadas por processos erosivos associados às torrentes serranas, sobretudo os leques aluviais. Como conseqüência, em grande parte dessas acumulações recentes não cobertura pedológica; os solos, quando existentes, são pouco desenvolvidos. A perturbação constante afeta a estrutura e, aparentemente, a composição da floresta, significativamente menos densa e diversa que nas outras situações. A despeito das multíplices matrizes de dados e das diferentes estratégias de investigação, os resultados revelam um padrão constante, consistente com a hipótese principal: em razão da ação relativamente freqüência dos processos superficiais, os depósitos aluviais distinguem-sedas outras situações morfodinâmicas em todos os aspectos analisados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.10.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMONETTI, Cristina; MANTOVANI, Waldir. As relações entre o relevo, os solos e a floresta Atlântica na Serra do Mar (bacia do rio Itamambuca, Ubatuba, SP). 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Simonetti, C., & Mantovani, W. (2001). As relações entre o relevo, os solos e a floresta Atlântica na Serra do Mar (bacia do rio Itamambuca, Ubatuba, SP). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Simonetti C, Mantovani W. As relações entre o relevo, os solos e a floresta Atlântica na Serra do Mar (bacia do rio Itamambuca, Ubatuba, SP). 2001 ;
    • Vancouver

      Simonetti C, Mantovani W. As relações entre o relevo, os solos e a floresta Atlântica na Serra do Mar (bacia do rio Itamambuca, Ubatuba, SP). 2001 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021