Exportar registro bibliográfico

Aspectos de interesse odontolegal observados nas perícias de identificação humana realizadas no Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000 (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: GOMES, EDUARDO DE MENEZES - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODS
  • Subjects: ODONTOLOGIA SOCIAL; PERÍCIA ODONTOLÓGICA; REGISTROS ODONTOLÓGICOS; ODONTOLOGIA LEGAL
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho procurou analisar os resultados das perícias odontolegais voltadas à identificação humana realizadas pelo Núcleo de Odontologia Legal do Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000. Foram examinados os relatórios emitidos por esse Núcleo, e avaliadas a sua freqüência, a sua origem geográfica e a sua natureza sob a ótica policial. No período estudado foram realizadas 53 perícias dessa ordem, 18 (33,96%) em 1999 e 35 (66,04%) em 2000, com predominância de casos provenientes da Capital de São Paulo (66,6% em 99 e 60% em 2000). Os homicídios (61,11% em 1999) e os encontros de ossadas (60% em 2000) foram os fatores que mais freqüentemente provocaram a requisição desse tipo de exame. Também foram avaliados os percentuais de casos que demandaram as duas modalidades de perícias identificatórias: as perícias de ordem individual responderam por 41,05% do total, e aquelas de ordem geral corresponderam a 58,5% da casuística estudada. Com relação ao tipo de material biológico encaminhado ao Núcleo de Odontologia Legal, houve predominância de crânios (49,06%) nos dois anos aqui examinados. As perícias que atingiram resultados conclusivos (83,33% em 1999 e 81,25% em 2000) reforçam a importância que a documentação odontológica tem nos casos de identificação humana, e indicam que as radiografias são o tipo de documentação de eleição para a resolução de casos dessa ordem. A análise dos casos inconclusivos (16,67% em 1999 e 18,75%em 2000) indica que a real causa do insucesso dos exames odontolegais de identificação humana pode ser atribuída à falta de informações odontológicas, como fichas clínicas incompletas ou prontuários deficientes. ) Assim, o cirurgião-dentista deve privilegiar, em sua rotina profissional, a manutenção dos prontuários - com toda a documentação pertinente - que possibilitem não apenas a sua defesa em casos de processos movidos por pacientes, como a identificação de seus pacientes quando vitimados pelas contingências da vida urbana: assassinatos, acidentes aéreos, acidentes automobilísticos, catástrofes etc
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.08.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOMES, Eduardo de Menezes; MUNOZ, Daniel Romero. Aspectos de interesse odontolegal observados nas perícias de identificação humana realizadas no Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Gomes, E. de M., & Munoz, D. R. (2001). Aspectos de interesse odontolegal observados nas perícias de identificação humana realizadas no Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gomes E de M, Munoz DR. Aspectos de interesse odontolegal observados nas perícias de identificação humana realizadas no Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000. 2001 ;
    • Vancouver

      Gomes E de M, Munoz DR. Aspectos de interesse odontolegal observados nas perícias de identificação humana realizadas no Instituto Médico Legal de São Paulo nos anos de 1999 e 2000. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021