Exportar registro bibliográfico

Sertão no plural: da linguagem geográfica ao território da diferença (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, MARIA DE FATIMA FERREIRA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: GEOGRAFIA HUMANA; SOCIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O tema desta tese é o sertão na história do pensamento social brasileiro. O percurso empreendido, tendo em vista a busca de elementos que possibilitassem a sua elucidação, teve na Geografia, na História e na Literatura Brasileira, seus referenciais. Estes campos do saber são visitados por meio das crônicas de viagens, dos relatos dos viajantes, da literatura regionalista e da literatura acadêmica. No roteiro de pesquisa delineado ao longo do que se segue, é possível observar que, nos primórdios da colonização a noção de sertão, associou-se a uma forma de nomear lugares ermos e, em geral, longe da costa. Contudo, nas primeiras décadas do século XX, seguindo o viés teórico-naturalista, esta forma de representação ganhou delimitação fisiográfica. A partir de então, predomina na história do pensamento social brasileiro, o uso da noção de sertão remetendo-a a "sertão nordestino". Com base na literatura que serviu de suporte à composição desta tese é possível inferir ser que na busca de entendimento do encontro entre duas civilizações com ideais, visões de mundo e culturas diversas, encontram-se os elementos que compõem a nossa brasilidade. Brasilidade cujas balizas remetem ao processo de formação territorial do país e á sua cena cultural, fundamento das distintas formas de representar o sertão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.08.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Maria de Fátima Ferreira; HEIDEMANN, Heinz Dieter. Sertão no plural: da linguagem geográfica ao território da diferença. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Rodrigues, M. de F. F., & Heidemann, H. D. (2001). Sertão no plural: da linguagem geográfica ao território da diferença. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rodrigues M de FF, Heidemann HD. Sertão no plural: da linguagem geográfica ao território da diferença. 2001 ;
    • Vancouver

      Rodrigues M de FF, Heidemann HD. Sertão no plural: da linguagem geográfica ao território da diferença. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021