Exportar registro bibliográfico

Relações materno-filiais em bovinos de corte nas primeiras horas após o parto: efeitos ambientais (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: TOLEDO, LUCIANDRA MACEDO DE - FZEA
  • Unidade: FZEA
  • Sigla do Departamento: ZAZ
  • Subjects: COMPORTAMENTO INSTINTIVO ANIMAL; BOVINOCULTURA; BOVINOS DE CORTE
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar o comportamento materno-filial de bovinos de corte e determinar se o binômio temperatura e umidade relativa do ar, representadas pelo Índice de Temperatura e Umidade (ITU) e o local do parto atuam nos comportamentos dos bezerros até a primeira mamada e nos comportamentos das vacas. Os dados foram obtidos em duas propriedades e em duas propriedades e em duas raças, Nelore e Guzerá. As variáveis observadas nos bezerros foram quatro latências, para ficar em pé (LP), procurar tetas (LPT), tentar mamar (LTM) e mamar (LM), iniciando a partir do parto. Para as vacas foram registradas as variáveis, tempo em pé (TP) e tempo cuidando da cria (TCC). As análises estatísticas foram realizadas com o pacote SAS. Quanto ao comportamento das vacas, o LP mostrou influenciar TP e TCC. O tempo médio observado para ficar em pé (LP) foi de 56,69 (+-3,28), 94,71 (+-11,07) e 121,79 (+-12,45) minutos, respectivamente para a raça Nelore nas propriedades 1 e 2, e para a raça Guzerá. A correlação de LP com as demais latências sugerem esta como uma boa medida de agilidade de bezerro, porém deve-se dar atenção aos elementos climáticos, que podem retardar esta ação. O local do parto pode influenciar o comportamento que leva à primeira mamada, havendo necessidade de reavaliar o desenho dos piquetes maternidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TOLEDO, Luciandra Macedo de; TITTO, Evaldo Antônio Lencioni. Relações materno-filiais em bovinos de corte nas primeiras horas após o parto: efeitos ambientais. 2001.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2001.
    • APA

      Toledo, L. M. de, & Titto, E. A. L. (2001). Relações materno-filiais em bovinos de corte nas primeiras horas após o parto: efeitos ambientais. Universidade de São Paulo, Pirassununga.
    • NLM

      Toledo LM de, Titto EAL. Relações materno-filiais em bovinos de corte nas primeiras horas após o parto: efeitos ambientais. 2001 ;
    • Vancouver

      Toledo LM de, Titto EAL. Relações materno-filiais em bovinos de corte nas primeiras horas após o parto: efeitos ambientais. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021