Exportar registro bibliográfico

Influência da matriz inter-habitat na ocorrência de aves insetívoras de sub-bosque em fragmentos florestais na Amazônia (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: FONSECA, MARINA ANTONGIOVANNI DA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: ECOLOGIA; AVES
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho foi realizado nas áreas do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF), ao norte de Manaus, AM. A ocorrência de 7 espécies de aves insetívoras de sub-bosque, previamente selecionadas, foi verificada utilizando-se a técnica de play-black, nos seguintes ambientes: fragmentos de mata promária de 1, 10 e 100 ha; áreas jovens e maduras de capoeiras dominadas por Vismia spp e por Cecropia spp que envolvem estes fragmentos (áreas da matriz inter-habitat); e em áreas de controle de mata primária contínua. Os pontos de amostragem nas capoeiras maduras foram distribuídos a 50, 250 e 500 metros de distância à mata primária contínua. Com base em dados disponíveis na literatura sobre a sensibilidade destas sete espécies à fragmentação, elas foram separadas em três categorias: muito sensíveis (Cyphorhinus arada, Hypophilus achraceiceps e Thamnomanes ardesiacus), moderadamente sensíveis (Formicarius colma, Thamnomanes caesius) e pouco sensíveis (Percnostola rufifrons e Hypocnemis cantator). Usando o teste G de distribuição de freqüências, os dados de ocorrência obtidos para cada espécie foram comparados da seguinte forma: a) entre mata contínua e fragmentos de diferentes tamanhos; b) entre mata contínua e capoeiras maduras dominadas por Vismia spp e por Cecropia spp; c) entre capoeiras jovens e maduras; d) entre diferentes distâncias em relação à mata primária contínua nas áreas maduras de capoeira. Os resultados revelam que as espécies maissensíveis não foram capazes de ocupar a maioria dos fragmentos de 1e 10ha, provavelmente, por não encontrarem neles a área mínima requerida como território e por serem incapazes de usar, efetivamente, a matriz inter-habitat. As espécies mediamente sensíveis, apesar de não terem os requerimentos de área cumpridos nos fragmentos menores, conseguiram ocupar estes fragmentos, muito provavelmente, porque utilizam a matriz como extensão de seus territórios. Por ) fim, as espécies pouco sensíveis, registradas com freqüência em todos os fragmentos, utilizam-se das matrizes com grande intensidade e estariam sendo favorecidas pelas paisagens fragmentadas. Além disso, os resultados mostram que os fragmentos circundados por Cecropia spp parecem estar sendo preferencialmente ocupados pela maioria das espécies do que os fragmentos circundados por Vismia spp. Apenas T. caesius ocorreu com maior freqüência em capoeiras maduras do que em capoeiras jovens. As diferentes distâncias à mata contínua, amostradas nas capoeiras maduras, parecem não apresentar efeito na freqüência de ocorrências das espécies. A matriz que circunda os nove fragmentos do PDBFF analisados aqui (de 1 e 10ha) é composta por três unidades básicas: capoeiras de Cecropia spp; capoeiras de Vismia spp; e áreas abertas (pastagens e pequenas estradas). Usando uma série de imagens TM do satélite Landsat de 1985 a 1992, identificamos, para cada fragmento e ano, um possível caminho de deslocamento na matrizinter-habitat que estaria sendo utilizado como rota de migração de indivíduos da mata contínua (fonte de indivíduos) aos fragmentos. O caminho escolhido foi o mais curto entre a fonte e o fragmento. Com o auxílio das imagens, para cada fragmento e ano, identificamos, no caminho de deslocamento na matriz, os tipos de unidades presentes, a idade destas unidades, e o número de pixels pertencentes a cada uma delas. Propusemos, então, um modelo de permeabilidade da matriz (PM) que leva em conta a distância percorrida no caminho de deslocamento na matriz e a resistência foi calculada através de coeficientes de resistência. Assim, através de alterações nos valores dos coeficientes, simulados, para cada fragmento e ano, quatro paisagens diferentes: a) na paisagem P1 capoeiras de Cecropia spp são menos resistentes do que as de Vismia spp; b) na paisagem P2 Vismia spp é menos resistente que Cecropia spp; c) na ) paisagem P3 capoeiras maduras são menos resistentes do que capoeiras jovens; d) na paisagem P4 todas as unidades da matriz apresentam a mesma resistência, sendo que apenas a distância de deslocamento altera os valores de PM. Os valores de PM encontrados, por ano, fragmento e paisagem simulada, foram relacionados através de regressões logísticas, com os dados de ocorrência de novos indivíduos (presença/ausência) de 11 espécies de aves insetívoras de sub-bosque. Os resultados encontrados indicam que, de uma maneira geral, capoeiras mais maduras são maispermeáveis aos deslocamentos das aves do que capoeiras jovens e que capoeiras dominadas por Cecropia spp também parecem ser mais permeáveis a algumas espécies do que capoeiras dominadas por Vismia spp. As distâncias entre fragmentos e a mata contínua per se (consideradas na paisagem P4) parecem não ter exercido influência na ocorrência de novos indivíduos nos fragmentos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.05.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FONSECA, Marina Antongiovanni da; METZGER, Jean Paul. Influência da matriz inter-habitat na ocorrência de aves insetívoras de sub-bosque em fragmentos florestais na Amazônia. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Fonseca, M. A. da, & Metzger, J. P. (2001). Influência da matriz inter-habitat na ocorrência de aves insetívoras de sub-bosque em fragmentos florestais na Amazônia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Fonseca MA da, Metzger JP. Influência da matriz inter-habitat na ocorrência de aves insetívoras de sub-bosque em fragmentos florestais na Amazônia. 2001 ;
    • Vancouver

      Fonseca MA da, Metzger JP. Influência da matriz inter-habitat na ocorrência de aves insetívoras de sub-bosque em fragmentos florestais na Amazônia. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020