Exportar registro bibliográfico

Pesquisas microscópicas de junção íleo-ceco-cólica de suínos, em especial dos componentes muscular e colágeno e suas relações funcionais (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: PRADO, ISAURA MARIA MESQUITA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: ANATOMIA ANIMAL; ÍLEO; INTESTINOS; MICROSCOPIA; SUÍNOS
  • Language: Português
  • Abstract: Estudou-se a morfologia da junção íleo-ceco-cólica de trinta e cinco suínos, machos, adultos, sob microscopia de luz e microscopia eletrônica de reflexão (varredura), após maceração alcalina. Feixes de fibras longitudinais da túnica muscular do íleo termina¡, associados a feixes de fibras elásticas e colágenas (tipos I e III), faziam a conexão com o intestino grosso, sendo que no contorno cranial a presença das fibras elásticas era mais marcante do que no contorno caudal. A papila ileal estava constituída pelas túnicas mucosas, telas submucosas e túnicas musculares do íleo e do intestino grosso. A túnica muscular ao nível da papila ileal estava formada por elementos constritores (musculatura esfinctérica) e dilatadores (musculatura dilatadora), caracterizando-a como se fosse um "piloro". O estrato circular do íleo apresentava dois espessamentos ao nível da papila, sendo mais proeminente aquele do terço distal da papila, não alcançando seu ápice. Os feixes de fibras colágenas da tela submucosa do íleo terminal e da papila ileal organizavam-se formando redes entrelaçadas, dispostas em várias camadas. Os nódulos linfáticos agregados estavam envolvidos por camadas sobrepostas de feixes de fibras colágenas e, internamente, estes feixes formavam uma rede tridimensional, que era mais densa na periferia do que na zona central dos nódulos. A papila ileal apresentava numerosos vasos sanguíneos. A túnica mucosa no ápice da papila ileal não apresentava vilos, assemelhando-se àquelado intestino grosso. Participavam da estrutura dos freios da papila ileal o estrato circular da túnica muscular do intestino grosso, o estrato longitudinal do íleo, a tela submucosa e a túnica mucosa do intestino grosso. A região de transição entre os intestinos delgado e grosso de suínos mostrou-se, morfologicamente, similar àquela do homem, indicando ser este um bom modelo para estudos experimentais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRADO, Isaura Maria Mesquita; DI DIO, Liberato John Alphonse. Pesquisas microscópicas de junção íleo-ceco-cólica de suínos, em especial dos componentes muscular e colágeno e suas relações funcionais. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Prado, I. M. M., & Di Dio, L. J. A. (2001). Pesquisas microscópicas de junção íleo-ceco-cólica de suínos, em especial dos componentes muscular e colágeno e suas relações funcionais. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Prado IMM, Di Dio LJA. Pesquisas microscópicas de junção íleo-ceco-cólica de suínos, em especial dos componentes muscular e colágeno e suas relações funcionais. 2001 ;
    • Vancouver

      Prado IMM, Di Dio LJA. Pesquisas microscópicas de junção íleo-ceco-cólica de suínos, em especial dos componentes muscular e colágeno e suas relações funcionais. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021