Exportar registro bibliográfico

Doença valvar crônica: diagnóstico clínico-epidemiológico, radiográfico, eletrocardiográfico e ecocardiográfico (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SOARES, ELAINE CRISTINA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: CORAÇÃO; CÃES; VALVAS CARDÍACAS; INSUFICIÊNCIA CARDÍACA ANIMAL; ECOCARDIOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: A Doença Valvar Crônica (DVC) é uma cardiopatia de valor clínico relevante, principalmente por sua alta prevalência. O diagnóstico é baseado em dados da anamnese, exame físico e complementaras, dentro dos quais se destaca a ecodopplercardiografia, considerada um método diagnóstico recente em medicina veterinária. Além de proporcionar o diagnóstico definitivo da DVC, a ecodopplercardiografia detecta quais as valvas acometidas e o grau de lesão, bem como a severidade da regurgitação e suas conseqüências hemodinâmicas. A literatura internacional fornece alguns trabalhos que comparam os dados obtidos por meio da ecodopplercardiografia com aqueles fornecidos por outros exames subsidiários, como o eletrocardiograma e as radiografias torácicas. A literatura nacional, entretanto, é escassa, e apenas os estudos mais recentes contam com o auxilio do exame ecocardiográfico. Pretendeu-se, dentro deste trabalho, analisar diferentes aspectos da doença valvar crônica, de modo a contribuir tanto ao diagnóstico quanto ao prognóstico desta cardiopatia, considerada a mais comum entre os cães. Os resultados obtidos confirmam a maior prevalência em cães idosos, machos, e de pequeno porte. Ainda, corroborando com a literatura, observou-se que a lesão da valva mitral isolada é significantemente mais freqüente que o acometimento simultâneo de ambas as valvas atrioventriculares. A comparação entre os aspectos clínicos e aqueles obtidos por meio dos examesauxiliares, permitiram concluir que a ecodopplercardiografia é o melhor método para o diagnóstico da DVC, verificando-se associação entre o grau de regurgitação valvar e a severidade dos sintomas apresentados pelo animal. Por outro lado, o tragado eletrocardiográfico mostrou-se sem alterações indicativas de sobrecarga de cavidades cardíacas em muitos casos, incluindo aqueles de regurgitação valvar de grau importante, apontando assim para sua baixa sensibilidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Elaine Cristina; LARSSON, Maria Helena Matiko Akao. Doença valvar crônica: diagnóstico clínico-epidemiológico, radiográfico, eletrocardiográfico e ecocardiográfico. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Soares, E. C., & Larsson, M. H. M. A. (2001). Doença valvar crônica: diagnóstico clínico-epidemiológico, radiográfico, eletrocardiográfico e ecocardiográfico. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Soares EC, Larsson MHMA. Doença valvar crônica: diagnóstico clínico-epidemiológico, radiográfico, eletrocardiográfico e ecocardiográfico. 2001 ;
    • Vancouver

      Soares EC, Larsson MHMA. Doença valvar crônica: diagnóstico clínico-epidemiológico, radiográfico, eletrocardiográfico e ecocardiográfico. 2001 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021