Exportar registro bibliográfico

Formação de barreira geoquímica para abatimento de drenagem ácidas de pilhas de estéril piritoso (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, VICENTE PAULO DE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMI
  • Assunto: ENGENHARIA DE MINAS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo da presente tese foi o estudo da formação de barreiras geoquímicas visando ao abatimento das drenagens ácidas geradas pelo estéril piritoso da Mina de Candiota, localizada no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. O estudo, além de envolver o estéril e as cinzas da própria mina, utilizou também aluminossilicatos, calcário e cal hidratada. O contato da solução ácida através destes materiais, propicia a formação de fases mineralógicas secundárias (camada dura). Com o decorrer do experimento, a tendência é o aumento da espessura da camada, diminuindo drasticamente a permeabilidade do material. Os experimentos foram realizados em cinco colunas e cinco lisímetros, com diferentes combinações dos materiais retro mencionados, e trabalhou-se com drenagem ácida sintética. Para cada ciclo, foram monitorados os parâmetros químicos e físico químicos das lixívias. A presença do par Fe (II)/Fe (III) nas drenagens ácidas acarreta a precipitação de vários compostos que formam a barreira geoquímica: goethita (HFe'O IND. 2'), melanterita (FeS'O IND. 4'.7'H IND. 2'O), lepidocrocita ('gama' FeOOH), e jarosita (K'Fe IND. 3'(OH) 'IND. 6'(S'O IND. 4') 'IND. 2'). Com a presença dos aluminossilicatos existe a probabilidade da formação de fases mineralógicas secundárias como gibbsita '(AlOH) IND. 3', etringita {Ca'IND. 6'[Al(OH)'IND. 6']'IND. 2'(S'O IND. 4')'IND. 3'.26'H IND. 2'O}, jurbanita (AlOHS'O IND. 4'.5'H IND. 2'O), basaluminita 'Al IND. 4'(S'O IND. 4')(OH)'IND.10'.5'H IND. 2'O, alunita K'Al IND. 3'(S'O IND. 4')'IND. 2'((OH)'IND. 6'), gesso (CaS'O IND. 4'.2'H IND. 2'O). Por apresentarem grandes volumes molares, estes compostos propiciam uma baixa condutividade hidráulica, obstruindo o fluxo de oxigênio e água, inibindo desta maneira o crescimento de bactérias (Thiobacillus ferrooxidans e Thiobacillus thiooxidans) catalisadores da oxidação do Fe (II). Os resultados comprovaram que o estéril é de fato gerador de acidez e ) que, apesar do tempo relativamente curto (35 semanas), para formação de fases mineralógicas secundárias cristalinas, a difração de raios-X (DRX), detectou a presença, dos minerais melanterita (FeS´O IND. 4´.7´H IND. 2´O), gesso (CaS´O IND. 4´.2´H IND. 2´O), metahohmanita (´Fe IND. 2´(S´O IND. 4´)´IND. 2´(OH)´IND. 2´.3´H IND. 2´O), etringita {´Ca IND. 6´[Al(OH)´IND. 6´]´IND. 2´(S´O IND. 4´)´IND. 3´.26´H ´IND. 2´O} e coríndon (´Al IND. 2´´O IND. 3´), este proveniente das cinzas. Devido às precipitações ocorridas, verificou-se decréscimos significatos na permeabilidade, sendo que no experimento onde a cinza foi misturada com o corretivo alcalino, o coeficiente hidráulico atingiu o valor de 1,22x´10 POT. -5´ ´cm.s POT. -1´. Os experimentos continuam em andamento e com o decorrer do tempo a tendência é que, principalmente nos lisímetros onde o calcário foi misturado à cal hidratada, venham a ser alcançados coeficientes hidráulicos da ordem de ´10 POT. -7´ - ´10 POT. -9´ ´cm.s POT. -1´ adequados paraum bom selante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Vicente Paulo de; SÁNCHEZ, Luis Enrique. Formação de barreira geoquímica para abatimento de drenagem ácidas de pilhas de estéril piritoso. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Souza, V. P. de, & Sánchez, L. E. (2001). Formação de barreira geoquímica para abatimento de drenagem ácidas de pilhas de estéril piritoso. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Souza VP de, Sánchez LE. Formação de barreira geoquímica para abatimento de drenagem ácidas de pilhas de estéril piritoso. 2001 ;
    • Vancouver

      Souza VP de, Sánchez LE. Formação de barreira geoquímica para abatimento de drenagem ácidas de pilhas de estéril piritoso. 2001 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021