Exportar registro bibliográfico

O uso de bebidas alcoólicas entre os cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: GONÇALVES, JUREMA RIBEIRO LUIZ - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Assunto: ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: O use abusivo de álcool tem aparecido nos últimos cinco anos na região como um problema de saúde pública. Pesquisas realizadas com grupos de trabalhadores rurais tem dado indícios de que haja o consumo excessivo visando o alívio de tensões, o encorajamento para enfrentar o dia a dia árduo e pesado, dentre outros. Frente a esses dados, houve o interesse em desenvolver um estudo com objetivo: de verificar o consumo de álcool junto a um grupo de cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira e identificar bebedores de risco. Trata-se de um estudo exploratório realizado com 139 trabalhadores selecionados pela amostragem de conveniência, nos campos de cultivo da cana-de-açúcar de uma cidade de Ribeirão Preto no período de início e término das safras de 1998/99. Os dados foram obtidos por meio da aplicação de questionário incluindo questões para levantar dados sóciodemográficos e o AUDIT, um instrumento de rastreamento criado pela O. M. S (1980) para identificar bebedores de risco, Resultados: Dos 886 cortadores de cana predominou o sexo masculino e dos 139 entrevistados, selecionados 64,7% são homens, com idade entre 18 a 68 anos; 57% dos participantes são casados a 71,9% possuem primeiro grau incompleto. Em relação ao consumo atual do álcool, há evidências de maior consumo nos finais de semana. Em relação ao número de doses consumidas, 17,9% podem ser considerados consumidores excessivos de álcool.) Quanto à história pregressa, 17,3% deles nãotem controle sobre o consumo do álcool; em relação às conseqüências causadas pelo beber 5% referiram esquecimento ao ingerir bebida alcoólica; 71,2% dos usuários nunca receberam críticas sob o seu modo de beber, dos demais, 10,1% são criticados mensalmente a outros 9,4%, diariamente. 15,8% já receberam sugestões para interromper o uso. Conclusão: Avaliar a utilização de bebidas alcoólicas entre esses trabalhadores, foi uma tarefa difícil pois, muitas vezes, pareciam omitir ou não dar informações precisas, contradizendo-se em suas respostas, talvez pelo medo de represálias. Os dados, embora provenientes de uma amostra pequena, revelaram um grupo vulnerável ao uso abusivo do álcool. Quanto ao AUDIT, embora pareça ser de entendimento fácil a sua aplicação na comunidade, com trabalhadores de nível de escolaridade baixo requereu ajustes de maneira a tornar as questões compreensíveis para essa clientela
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Jurema Ribeiro Luiz; LUIS, Margarita Antonia Villar. O uso de bebidas alcoólicas entre os cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Gonçalves, J. R. L., & Luis, M. A. V. (2000). O uso de bebidas alcoólicas entre os cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gonçalves JRL, Luis MAV. O uso de bebidas alcoólicas entre os cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira. 2000 ;
    • Vancouver

      Gonçalves JRL, Luis MAV. O uso de bebidas alcoólicas entre os cortadores de cana de uma agroindústria sucroalcooleira. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020