Exportar registro bibliográfico

Organização do trabalho, qualidade de vida e subjetividade: um estudo sobre representações e crenças de profissionais do Campus da USP de Ribeirão Preto (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, LICIA BARCELOS DE - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Assunto: PSICOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi analisar as relações entre as formas de pensar o trabalho e sua contraposição às condições de vida, identificando fatores que predispõem à saúde ou ao desgaste mental, analisados com base no referencial do materialismo dialético, a partir de Categorias determinantes do processo de alienação do trabalho. Participaram 16 profissionais do Campus da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto, equivalentes quanto ao sexo e à escolarização. Para o levantamento de Significados, Aspectos de Bem-estar a Mal-estar associados ao trabalho e caracterização do contexto social e familiar foram realizadas entrevistas individuais, semiestruturadas . Dados complementares foram obtidos com a aplicação do World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-100), para avaliação da Qualidade de Vida, em sua versão para o português, e da Qualificação Profissional, avaliada com base nos princípios de Raridade, Indenização, Importância e Esforço. A análise de conteúdo das entrevistas, partindo da identificação das Unidades Temáticas, permitiu a síntese dos significados por tema abordado. Estudos de validade de conteúdo do instrumento de avaliação da qualificação profissional, com base no julgamento de 8 especialistas, permitiram classificar as atividades profissionais em dois níveis de qualificação e definir os parâmetros para a auto-avaliação. Os resultados obtidos no WHOQOL-100 a na avaliação da Qualificação Profissional foram conjugados atravésda Técnica de Quadrantes. Finalmente, o conjunto de resultados foi sintetizado em Estudos de Caso, que permitiram identificar as várias necessidades sociais que são supridas pelo trabalho. A avaliação da Qualidade de Vida indicou maior satisfação frente ao Domínio Nível de Independéncia a menor satisfação frente ao Domínio Físico. Os estudos sobre Qualificação Profissional verificaram que o grupo de profissionais Menos Qualificados tenderam a superestimar ) a autoavaliação da qualificação profissional. As relações estabelecidas entre Qualidade de Vida e Qualificação Profissional mostraram uma propensão dos profissionais Mais Qualificados sentirem maior satisfação frente aos Domínios Físico e Nível de Independência, principalmente no que se refere aos aspectos de Mobilidade e Dependência de Medicação e Tratamentos. As representações acerca dos Significados do Trabalho. apresentaram como ponto de referência a importância do trabalho na estruturação da vida cotidiana, na formação da identidade, enquanto meio de sobrevivência e acesso aos recursos sociais e de inserção nas relações sociais, entre outros. Foram identificados, enquanto fatores de Bem-estar a Satisfação no trabalho, a percepção do reconhecimento do desempenho profissional, a participação e controle sobre o processo de trabalho, a ampliação das relações sociais e a possibilidade de organização do cotidiano através do trabalho. Os aspectos de Mal-estar a Insatisfação se mostraram relacionados aos conflitosnas relações de trabalho, a auto-responsabilização por falhas ocorridas no processo de trabalho, condições de trabalho inadequadas, o enfrentamento dos mecanismos de controle adotados pela Organização, entre outros. A síntese dos resultados em estudos de caso, permitiram recuperar as convergências a divergências entre as formas de perceber as contradições presentes nas relações entre o trabalho e a subjetividade, que discutidas a partir do referencial do materialismo histórico, forneceram subsídios importantes para a compreensão dos aspectos determinantes do bem-estar ou do desgaste do trabalhador
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Lícia Barcelos; FIGUEIREDO, Marco Antônio de Castro. Organização do trabalho, qualidade de vida e subjetividade: um estudo sobre representações e crenças de profissionais do Campus da USP de Ribeirão Preto. 2001.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2001.
    • APA

      Souza, L. B., & Figueiredo, M. A. de C. (2001). Organização do trabalho, qualidade de vida e subjetividade: um estudo sobre representações e crenças de profissionais do Campus da USP de Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Souza LB, Figueiredo MA de C. Organização do trabalho, qualidade de vida e subjetividade: um estudo sobre representações e crenças de profissionais do Campus da USP de Ribeirão Preto. 2001 ;
    • Vancouver

      Souza LB, Figueiredo MA de C. Organização do trabalho, qualidade de vida e subjetividade: um estudo sobre representações e crenças de profissionais do Campus da USP de Ribeirão Preto. 2001 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021