Exportar registro bibliográfico

Qualidade de vida de pessoas egressas de instituições psiquiátricas: o caso de Ilhéus-BA (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, ROZEMERE CARDOSO DE - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Assunto: ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa teve por objetivo investigar a qualidade de vida de egressos de instituições psiquiátricas, vinculados ao Programa Saúde da Família (PSF), através das suas percepções quanto aos aspectos biológicos, psicológicos, sociais e ambientais dos mesmos. Como se trata de um estudo psicométrico, para a coleta de dados utilizou-se o instrumento genérico de avaliação da qualidade de vida (WHOQOL), elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em sua versão abreviada. Participaram deste estudo, 26 (vinte e seis) sujeitos identificados por meio dos registros do PSF e de um censo feito por este pesquisador, juntamente com os agentes comunitários da saúde. Os resultados mostraram posições intermediárias de satisfação dos egressos em todos os domínios da escala. O maior nível de satisfação foi atribuído ao domínio "relações sociais" e o menor ao domínio que avaliou o "meio ambiente". No escore da qualidade de vida geral, os sujeitos demonstraram significativa insatisfação, estando esta mais voltada à saúde. Também se evidenciou as carências e os aspectos que merecem atenção dos profissionais de saúde, quando do planejamento, implementação e avaliação de ações, com vistas à melhoria da qualidade de vida dos sujeitos, dentre os quais destacamos: a necessidade de construir um ambiente saudável; de interagir com os sujeitos, valorizando-os e ajudando-os a valorizarem suas vidas; de programar atividades de lazer e lhes permitir acesso às informações e de promoção àsaúde. Dos aspectos satisfatórios à qualidade de vida dos sujeitos, destacam-se: a suposição de que eles possuíam expectativas de melhoria das condições de vida, o desenvolvimento de relações sociais aparentemente satisfatórias e o sentimento de capacidade para o trabalho. Muitos destes aspectos relacionaram-se entre si, especialmente, a saúde, tida como sentido positivo e multidimensional, que manteve estreita relação com a qualidade de vida, sendo ) um recurso primordial para sua promoção. Dessa maneira, este estudo trouxe ao pesquisador um valioso diagnóstico, que poderá ajudá-to a iniciar um processo que eleve o nível de qualidade de vida dos atores sociais existentes no contexto estudado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Rozemere Cardoso de; SCATENA, Maria Cecília Morais. Qualidade de vida de pessoas egressas de instituições psiquiátricas: o caso de Ilhéus-BA. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Souza, R. C. de, & Scatena, M. C. M. (2000). Qualidade de vida de pessoas egressas de instituições psiquiátricas: o caso de Ilhéus-BA. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Souza RC de, Scatena MCM. Qualidade de vida de pessoas egressas de instituições psiquiátricas: o caso de Ilhéus-BA. 2000 ;
    • Vancouver

      Souza RC de, Scatena MCM. Qualidade de vida de pessoas egressas de instituições psiquiátricas: o caso de Ilhéus-BA. 2000 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020