Exportar registro bibliográfico

Perfil das proteínas plasmaáticas e de fase aguda durante a gestação e diestro: utilização no diagnóstico precoce de gestação em cadelas (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: VANNUCCHI, CAMILA INFANTOSI - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: REPRODUÇÃO ANIMAL; GRAVIDEZ; CADELAS; PROTEÍNAS SANGUÍNEAS
  • Language: Português
  • Abstract: O diagnóstico precoce da gestação em cadelas tem especial importância para que procedimentos médicos antecipados possam ser realizados. Desta forma, os objetivos deste estudo foram observar as variações dos níveis das proteínas plasmáticas e de fase aguda como resposta do organismo à implantação dos embriões no endométrio e utilizá-las como técnica diagnóstico precoce da gestação, bem como sua correlação com níveis hormonais de estrógeno e progesterona. Neste trabalho foram utilizadas 20 fêmeas não gestantes (NG) e 20 fêmeas gestantes (G), das quais amostras de soro foram colhidas semanalmente para determinação dos níveis de proteína total, albumina, 'alfa'POT. 1', 'alfa'POT. 2', 'beta' e 'gama' globulinas, fibrinogênio, ceruloplasmina, haptoglobina, seromucóide, glicoproteína, estrógeno e progesterona, segundo técnicas específicas para cada parâmetro. Os resultados demonstraram haver diferença estatística (p<0,05) entre os grupos G e NG a partir da '5 POT. a' semana para o fibrinogênio (G>NG), da '3 POT. a' semana para haptoglobina (G>NG), à '2 POT. a', '4 POT. a', '5 POT. a', '6 POT. a' e '9 POT. a' semanas para ceruloplasmina (G>NG), entre a '6 POT. a' e '9 POT. a' semanas para seromucóide (G>NG), entre a '4 POT. a' e '8 POT. a' semanas para glicoproteína (G>NG), à '7 POT. a' semana para proteína total (NG>G), entre a '7 POT. a' e '9 POT. a' semana para albumina (NG>G), à '8 POT. a' e à '9 POT. a' semanas para al globulina (G>NG), à '4 POT. a', '5 POT.a', '6 POT. a' , '8 POT. e '9 POT. a'. à semanas para 'alfa' IND. 2' globulina (G>NG), à '2 POT. a', '4 POT. a' e '7 POT a' semanas para 'beta' globulina (G>NG), não houve diferença entre os grupos para 'gama' globulina, na '4 POT. a', '5 POT. a', '6 POT. a' e '8 POT. semanas para progesterona (G>NG) e à '7 POT. a' semana para estrógeno (G>NG). Não foi observada correlação entre os sítios de implantação formados (número de filhotes nascidos) (Continução) hepático para produção das proteínas de fase aguda. Os valores de referencia propostos foram: 263 '+ OU -' 52,03 mg/dl (G) e 182,22 '+ OU -' 23,20 mg/dl (NG) para fibrinogênio, 129,56 '+ OU -' 17,76 mg/dl (G) e 80,22 '+ OU -' 4,90 mg/dl (NG)para haptogiobina, 12,07 '+ OU -' 2,06 U/I (G) e 8,19 '+ OU -' 0,84 /I (NG) para ceruloplasmina, 99,77 '+ OU -' 16,61 mg/dl (G) e 79,88 '+ OU -' 7,89 mg/dl (NG) para seromucóide, 13,20 '+ OU -' 0,83% (G) e 11,89 '+ OU -' 0,46% (NG) para glicoproteína, 7,30 '+ OU -' 0,26 g/dl (G) e 7,58 '+ OU -' 0,24 g/dl (NG) para proteína total, 3.18 '+ OU -' 0,36 g/dl (G) e 3,44 '+ OU -' 0,17 g/dl (NG) para albumina, 0,41 '+ OU -' 0,03 g/dl (G) e 0,37 '+ OU -' 0,03 g/dl (NG) para 'alfa IND. 1' globulina, 0,55 '+ OU -' 0,04g/dl (G) e 0,45 '+ OU -' 0,03 g/dl (NG) para 'alfa IND. 2' globulina, 2,23 '+ OU -' 0,13 g/dl (G) e 2,39 '+ OU -' 0,13 g/dl (NG) para o globulina, 0,91 '+ OU -' 0,07 g/dl (G) e 0,94 '= OU <' 0,06 g/dl (NG) para 'gama' globulina, 16,88 '+ OU -' 9,38 ng/ml(G) e 13,63 '+ OU -' 10,67ng/ml (NG) para progesterona, 8,59 '+ OU -' 1,04 pg/ml (G) e 8,05 '+ OU -' 0,13 pg/ml (NG) para estrógeno. Concluiu-se que as proteínas de fase aguda podem ser empregadas para diagnóstico precoce de gestação em cadelas a partir da '2 POT. a' ou '3 POT. a' semana de gestação, na dependência da proteína a ser determinada, assegurando-se da higidez das fêmeas e do conhecimento preciso das datas de acasalamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.02.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VANNUCCHI, Camila Infantosi; OLIVEIRA, Clair Motos de. Perfil das proteínas plasmaáticas e de fase aguda durante a gestação e diestro: utilização no diagnóstico precoce de gestação em cadelas. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Vannucchi, C. I., & Oliveira, C. M. de. (2000). Perfil das proteínas plasmaáticas e de fase aguda durante a gestação e diestro: utilização no diagnóstico precoce de gestação em cadelas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Vannucchi CI, Oliveira CM de. Perfil das proteínas plasmaáticas e de fase aguda durante a gestação e diestro: utilização no diagnóstico precoce de gestação em cadelas. 2000 ;
    • Vancouver

      Vannucchi CI, Oliveira CM de. Perfil das proteínas plasmaáticas e de fase aguda durante a gestação e diestro: utilização no diagnóstico precoce de gestação em cadelas. 2000 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020