Exportar registro bibliográfico

Prestes Maia em Londrina: moderno em que sentido? (2001)

  • Authors:
  • Autor USP: LIMA, FAUSTO CARMELO DE - FAU
  • Unidade: FAU
  • Sigla do Departamento: AUH
  • Assunto: PLANEJAMENTO TERRITORIAL URBANO
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação trata de mostrar o sentido moderno do Plano Urbanístico para Londrina, projeto Prestes Maia. Discorreremos sobre as mudanças pelo qual passou os significados e os conceitos do "moderno", iniciado na Idade Média chegando ao século XX, com destaque para o urbanismo, procurando definir o sentido moderno do plano de Londrina. Mostramos que Prestes Maia segue um mesmo eixo de desenvolvimento nos seus planos, classificados como modernização ou modernidade, pelo tratamento dispensado às necessidades sociais presentes na cidade. Procuramos desvendar o percurso histórico da região do Norte do Paraná, da fundação das cidades, principalmente Londrina, explicitando os fatores urbanísticos, sociais, econômicose políticos que interferiram na construção do espaço regional e urbano. A história desta evolução é colocada à serviço de uma melhor compreensão do sentido do trabalho de Prestes Maia em Londrina na perspectiva da formação do pensamento urbanístico brasileiro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2001

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Fausto Carmelo de; SZMRECSANYI, Maria Irene de Queiroz Ferreira. Prestes Maia em Londrina: moderno em que sentido?. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Lima, F. C. de, & Szmrecsanyi, M. I. de Q. F. (2001). Prestes Maia em Londrina: moderno em que sentido?. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Lima FC de, Szmrecsanyi MI de QF. Prestes Maia em Londrina: moderno em que sentido? 2001 ;
    • Vancouver

      Lima FC de, Szmrecsanyi MI de QF. Prestes Maia em Londrina: moderno em que sentido? 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021