Exportar registro bibliográfico

Quantificação do número de saltos de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: ROCHA, MARCOS AUGUSTO - EEFE
  • Unidade: EEFE
  • Sigla do Departamento: EFE
  • Assunto: VOLEIBOL
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo teve como objetivo verificar o número de saltos das ações de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino. A amostra contou com doze jogos da Superliga Nacional Feminina, temporada 1998/1999. Os saltos foram diferenciados em SCDA (saltos com deslocamento de ataque) SSDA ( saltos sem deslocamento de ataque), SCDB ( saltos com deslocamento de bloqueio), SSDB ( saltos sem deslocamento de bloqueio), LEVCS (levantamento com salto). Os jogos foram filmados por duas câmeras de vídeo fixadas nos dois lados ao fundo da quadra. A coleta de dados foi realizada mediante observação dos vídeos e transcritas em planilhas. Os resultados apresentaram os maiores valores médios de saltos por jogo para as levantadoras no tipo de salto LEVCS no jogos, sendo de 39,0 '+ OU -' 5,51; 57,3'+ OU -' 32,23; 33'+ OU -' 8,49 para os jogos de 3, 4 e 5 sets respectivamente. Para as jogadoras de ponta, os maiores valores médios por jogo foram encontrados no tipo de salto SCDA nosjogos de 3, 4 e 5 sets, sendo de 22,44'+ OU -' 5,15; 29,23 '+ OU -' 7,16; 35,67 '+ OU -' 13,21 respectivamente. As jogadoras de meio apresentaram os maiores valores médios por jogo no tipo de salto SCDB (17,04 '+ OU -' 8,19; 29,9 '+ OU -' 10,85; 34,25'+ OU -' 5,62) nos jogos de 3, 4 e 5 sets respectivamente. (Continua)(Continuação) Num segundo momento foram analisadas as diferenças existentes entre resultados por posição (levantadora, ponta e meio) nos jogos de 3, 4 e 5 sets. Os resultados mostraram que no tipo de salto SCDA não houve diferenças significantes somente entre as posições de ponta e meio no jogo de 5 sets. Nos saltos do tipo SSDA houve diferenças significantes apenas entre as posições da levantadora e ponta, nos jogos de 3 e 5 sets. Para os saltos do tipo SCDB não houve diferenças significantes entre as posições da levantadora e ponta nos jogos de 3, 4 e 5 sets. Os saltos do tipo SCDB não apresentaram diferenças significantes entre as posições de meio e ) ponta. Finalmente, pode-se concluir que as levantadoras apresentaram os maiores valores médios por jogo para o salto do tipo LEVCS, as jogadoras de pontas apresentaram os maiores valores médios por jogo, para o salto do tipo SCDA e as jogadoras de meio apresentaram os maiores valores médios por jogopara o salto do tipo SCDB
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.11.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Marcos Augusto; BARBANTI, Valdir J. Quantificação do número de saltos de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Rocha, M. A., & Barbanti, V. J. (2000). Quantificação do número de saltos de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rocha MA, Barbanti VJ. Quantificação do número de saltos de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino. 2000 ;
    • Vancouver

      Rocha MA, Barbanti VJ. Quantificação do número de saltos de ataque, bloqueio e levantamento no voleibol feminino. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021