Exportar registro bibliográfico

Estudo da confiabilidade e validade da Escala de Avaliação de Mania - versão modificada da Young Mania Rating Scale (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: VILELA, JOSÉ ANTONIO ALVES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Assunto: PSIQUIATRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Dentre as escalas de avaliação psiquiátrica especificas para episódio maníaco a mais amplamente utilizada em estudos clínicos é a Young Mania Rating Scale. No Brasil, não se dispõe de instrumento específico para avaliação de mania. O presente trabalho objetiva a tradução e adaptação da Young Manta Rating Scale, bem como o estudo da confiabilidade e validade desta versão. A escala original foi submetida a três traduções e a uma back-translation, sendo esta formulação testada em um estudo piloto, que apontou para a necessidade de modificações. Para tal, foi elaborada uma entrevista com perguntas-guia, um catálogo com definicões operacionais dos ítens e a adequação destes à conceituação vigente, denominando-se o instrumento em questão de Escala de Avaliação de Mania modificada (EAM-m). Procedeu-se então à avaliação de 55 sujeitos com diagnóstico confirmado de Episódio Maníaco Atual, através da aplicação da Escala de Avaliação de Mania modificada e da Escala Breve de Avaliação Psiquiátrica, em situação de entrevistas conjuntas, nas primeiras 24 horas de internação e entre os sétimo a décimo dias após esta avaliação inicial. Foram obtidos os sequintes índices de confiabilidade entre os avaliadores treinados: coeficiente de concordância Kappa para os ítens individuais da EAM-m variando de 0,59 a 0,91 (p < 0.01); coeficiente de correlação de Spearman para escore total de 0,96 (p < 0.001); e coeficiente de correlação intraclasses de 0,97 (p < 0.001) para o escore total.Para o estudo da validade da escala, procedeu-se à sua análise fatorial, sendo identificados dois fatores principais: Fator 1 (Mania) responsável por 30,5% da variância dos dados; Fator 2 (Psicose) responsável por 18,1% da variância dos dados. A análise da consistência interna do instrumento através do alfa de Cronbach, resultou em um 'alfa'=0,66. Quanto à validade concorrente, obteve-se nível de correlação através do coeficiente de Pearson ) de 0,78 (p < 0.0001) entre os escores totais da Escala de Avaliação de Mania modificada e da Escala Breve de Avaliação Psiquiátrica. Os índices de correlação dos sintomas maníacos com o escore total da escala variou de 0,30 a 0,70 (p < 0.05). Observou-se que a escala foi sensível em diferenciar as alterações na sintomatologia dos pacientes no período de sete a dez dias (p < 0,01). Os resultados obtidos são compatíveis com aqueles descritos em estudos prévios com instrumentos de avaliação de mania na língua inglesa, concluindo-se que esta nova versão em português é confiável e válida para avaliação de pacientes maníacos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.08.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILELA, José Antônio Alves; LOUREIRO, Sonia Regina. Estudo da confiabilidade e validade da Escala de Avaliação de Mania - versão modificada da Young Mania Rating Scale. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Vilela, J. A. A., & Loureiro, S. R. (2000). Estudo da confiabilidade e validade da Escala de Avaliação de Mania - versão modificada da Young Mania Rating Scale. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Vilela JAA, Loureiro SR. Estudo da confiabilidade e validade da Escala de Avaliação de Mania - versão modificada da Young Mania Rating Scale. 2000 ;
    • Vancouver

      Vilela JAA, Loureiro SR. Estudo da confiabilidade e validade da Escala de Avaliação de Mania - versão modificada da Young Mania Rating Scale. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021