Exportar registro bibliográfico

Caracterização dos distúrbios de escrita na doença de Alzheimer (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: CARTHERY, MARIA TERESA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: LINGUAGEM (PSICOLOGIA); ESCRITA; NEUROPSICOLOGIA; PSICOLOGIA; AGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: A agrafia é considerada uma manifestação freqüente, podendo ser de instalação precoce na Doença de Alzheimer (DA). Por esta razão, alguns autores sugeriram que a avaliação da escrita poderia ser um teste simples e auxiliar no diagnóstico da doença. No entanto, não há estudos que abordem as manifestações destes distúrbios na DA em nosso meio. O objetivo geral deste trabalho foi caracterizar os distúrbios de escrita na DA, analisando os tipos de agrafia de acordo com a abordagem cognitiva e verificando os quadros mais freqüentes. Nossos objetivos específicos foram: (l) caracterizar e comparar o desempenho de indivíduos idosos normais e de pacientes com DA leve e moderada em provas de escrita sob ditado, cópia (imediata e diferida) e soletração oral e; (2) verificar se existia correlação significativa entre o desempenho em provas de escrita e a gravidade da demência. Foram estudados 58 sujeitos, sendo 28 pacientes com diagnóstico de DA provável (l5 com DA levee 13 com DA moderada) e 30 indivíduos idosos normais (grupo controle). Os grupos não apresentaram diferenças significativas quanto à idade (p=0,149), escolaridade (p=0,225), sexo (p=0,947), hábitos de leitura (p=0,826) e de escrita (p=0,975). Todos os sujeitos realizaram provas de escrita sob ditado, cópia imediata, cópia diferida e soletração oral. Os resultados foram submetidos a dois tipos de análises. A primeira teve como objetivo descrever e comparar os três grupos quanto ao desempenho nas provas deescrita e investigar se havia correlação significativa entre o escore nas provas de escrita e a gravidade da demência. A segunda consistiu em uma abordagem de estudo de casos múltiplos. Em todas as modalidades de escrita, entretanto, somente na soletração oral foram detectadas diferenças entre os grupos com DA leve e DA moderada (p<0,01) e apenas nessa prova foi constatada correlação significativa com a gravidade da demência, determinada pelo CDR ) (r=-0,526; p=0,004). O estudo de casos múltiplos, de acordo com a abordagem cognitiva, permitiu identificar perfis diferentes de distúrbios de escrita (agrafias centrais, periféricas e mistas), sendo que no grupo com DA leve o quadro mais freqüente foi agrafia lexical e no grupo com DA moderada, agrafia mista, com comprometimento da rota lexical e de um ou mais processamentos periféricos da escrita. Dois indivíduos com DA apresentaram desempenho normal em todas as provas de escrita. Na amostra de pacientes estudados verificou-se que a doença tem um impacto maior sobre a escrita lexical e mecanismos periféricos, havendo relativa preservação da rota fonológica. Os resultados evidenciaram que os quadros de agrafia na DA são bastante heterogêneos e que a escrita pode estar comprometida já em fases iniciais da doença. Entretanto, em nossa amostra, a ocorrência de agrafia não esteve relacionada com a gravidade da demência, havendo indivíduos com DA moderada com desempenho normal na escrita e indivíduos com DA leve comdesempenho bastante prejudicado. A prova mais difícil para todos os grupos e a única capaz de diferenciar as fases leve e moderada da doença foi a de soletração oral, que requer mais atenção, exigindo mais recursos da memória operacional grafêmica e fonológica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARTHERY-GOULART, Maria Teresa; CARAMELLI, Paulo. Caracterização dos distúrbios de escrita na doença de Alzheimer. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Carthery-Goulart, M. T., & Caramelli, P. (2000). Caracterização dos distúrbios de escrita na doença de Alzheimer. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Carthery-Goulart MT, Caramelli P. Caracterização dos distúrbios de escrita na doença de Alzheimer. 2000 ;
    • Vancouver

      Carthery-Goulart MT, Caramelli P. Caracterização dos distúrbios de escrita na doença de Alzheimer. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021