Exportar registro bibliográfico

Bioatividade de extratos aquosos de Melia azedarach L. e Azadirachta indica A. Juss (Meliaceae) sobre Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lep., Gelechiidae) criadas em diferentes genótipos de tomateiro (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: BRUNHEROTTO, ROGÉRIO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA; HORTICULTURA
  • Language: Português
  • Abstract: Avaliou-se, em condições de laboratório, o efeito de extratos aquosos de meliáceas (Melia azedarach e Azadirachta indica) e de três genótipos de tomateiro (cultivares Santa Clara e IPA-5, Lycopersicon esculentum e linhagem LA 444-1, L.peruvianum) sobre a traça-do-tomateiro Tuta absoluta. Inicialmente, foram testadas três concentrações (0,1, 1,0 e 5,0%) de extrato de folhas de M. azedarach e diferentes estruturas vegetais dessa planta para determinar a concentração mais adequada para estudos de bioatividade e a parte vegetal com maior atividade inseticida. A seguir, avaliou-se o efeito do extrato selecionado (folhas a 0,1%) e do extrato de sementes de A. indica, também a 0,1%, sobre o desenvolvimento, a oviposição e a viabilidade dos ovos. Finalmente, avaliou-se o efeito desses extratos sobre o desenvolvimento e a reprodução do inseto criado nos três genótipos de tomateiro. Conclui-se que: a) à concentração de 5%, o extrato de folhas de M.azedarach apresenta atividade inseticida sobre T. absoluta, provocando mortalidade larval superior a 90%; b) a concentração de 0,1% é adequada para estudos de bioatividade de extratos de M. azedarach em relação ao inseto; c) extratos das quatroestruturas de M. azedarach testadas afetam o desenvolvimento da traça, com maior eficiência para as folhas, vindo a seguir os frutos verdes, ramos e frutos maduros; d) o extrato de A. indica apresenta maior atividade inseticida sobre T. absoluta que o extrato de M. azedarach; e) os extratos dasduas meliáceas inibem a oviposição da traça, mas não apresentam efeito ovicida; f) a linhagem LA 444-1 afeta adversamente o desenvolvimento e reprodução de T. absoluta; g) IPA-5 apresenta desenvolvimento e reprodução do inseto semelhantes ao constatado em Santa Clara; h) a utilização associada de genótipos de tomateiro e de extratos de M. azedarach e de A. indica não provoca efeitos sinérgicos ou antagônicos sobre T. absoluta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.2000
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRUNHEROTTO, Rogério; VENDRAMIM, José Djair. Bioatividade de extratos aquosos de Melia azedarach L. e Azadirachta indica A. Juss (Meliaceae) sobre Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lep., Gelechiidae) criadas em diferentes genótipos de tomateiro. 2000.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191108-123121/ >.
    • APA

      Brunherotto, R., & Vendramim, J. D. (2000). Bioatividade de extratos aquosos de Melia azedarach L. e Azadirachta indica A. Juss (Meliaceae) sobre Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lep., Gelechiidae) criadas em diferentes genótipos de tomateiro. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191108-123121/
    • NLM

      Brunherotto R, Vendramim JD. Bioatividade de extratos aquosos de Melia azedarach L. e Azadirachta indica A. Juss (Meliaceae) sobre Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lep., Gelechiidae) criadas em diferentes genótipos de tomateiro [Internet]. 2000 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191108-123121/
    • Vancouver

      Brunherotto R, Vendramim JD. Bioatividade de extratos aquosos de Melia azedarach L. e Azadirachta indica A. Juss (Meliaceae) sobre Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lep., Gelechiidae) criadas em diferentes genótipos de tomateiro [Internet]. 2000 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20191108-123121/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021