Exportar registro bibliográfico

Sobrevivência e qualidade de vida: história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial de crianças pré-termo e com muito baixo peso (1.500 g) em comparação com crianças nascidas a termo (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: CARVALHO, ANA EMILIA VITA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Assunto: PSICOLOGIA SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo comparar crianças pré-termo e de muito baixo peso e crianças nascidas a termo, quanto à história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial, do nascimento à fase escolar, nível intelectual e comportamento atual. A amostra foi constituída por 40 crianças de 8 a 10 anos e suas mães, sendo: 20 crianças nascidas pré-termo e com peso menor que 1.500 g (MBP) e 20 crianças nascidas a termo e com peso com mais de 2.500 g (controle), selecionadas através dos livros de registros de nascimentos de um hospital universitário e emparelhadas quanto ao gênero e à idade. A coleta de dados incluiu cinco sessões: as três primeiras foram destinadas à aplicação do roteiro de entrevista com a mãe, a quarta à aplicação da Escala Comportamental Infantil AZ de Rutter e do teste de Raven-Escala Geral com a mãe e a quinta sessão à aplicação do teste de Raven-Escala Especial com a criança. Os resultados indicaram que a gravidez não planejada e o aleitamento natural foi mais freqüente no grupo controle do que no grupo MBP. Por outro lado verificou-se que as mães do grupo MBP relataram ter enfrentado mais ansiedade, medo, preocupação, insegurança e angústia frente à chegada do bebê no lar do que as mães do grupo controle. As mães do grupo MBP perceberam significativamente mais sinais de atraso na aquisição dos comportamentos de sorrir, sentar com apoio ou sem apoio, engatinhar e andar e o predomínio do uso da mão esquerda em comparaçãocom o grupo controle. As crianças de ambos os grupos estão freqüentando escolas regulares, em classes compatíveis com a sua idade cronológica, embora existam queixas das mães sobre dificuldades de aprendizagem. Verificou-se que no grupo MBP houve significativamente maior proporção de repetência escolar do que no grupo controle. Em ambos os grupos foram encontrados 10 % de sujeitos que não freqüentavam a escola. Tanto as crianças MBP quanto as controle ) apresentam nível intelectual médio. Entretanto, verificou-se na amostra MBP que 15% dos sujeitos, os quais apresentaram seqüelas neurológicas não conseguiram realizar a prova psicométrica e 20% de sujeitos eram portadores de déficit auditivo. De acordo com os resultados da escala Rutter, constatou-se que em ambos os grupos a maioria das crianças apresentou escores acima de 16 pontos que, de acordo com a padronização para Ribeirão Preto, são indicadores de problema de comportamento a da necessidade de atendimento psicológico; não houve portanto diferenças entre os grupos. Alguns itens diferenciaram o grupo MBP da amostra do estudo de padronização. O primeiro grupo apresenta mais problemas respiratórios, enurese noturna, recusa escolar, agitação, impaciência, inquietude e agarramento à mãe em relação ao segundo. Os resultados deste estudo confirmam a indicação de risco das crianças nascidas pré-termo e de muito baixo peso para desencadeamento de problemas de comportamento a rebaixamento intelectual. Porém, sugeremcautela nas conclusões acerca desse grupo, pois eventos ambientais e contemporâneos, e não apenas a vulnerabilidade neonatal, podem estar contribuindo para potencializar os problemasidentificados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Ana Emília Vita; LINHARES, Maria Beatriz Martins. Sobrevivência e qualidade de vida: história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial de crianças pré-termo e com muito baixo peso (1.500 g) em comparação com crianças nascidas a termo. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Carvalho, A. E. V., & Linhares, M. B. M. (2000). Sobrevivência e qualidade de vida: história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial de crianças pré-termo e com muito baixo peso (1.500 g) em comparação com crianças nascidas a termo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Carvalho AEV, Linhares MBM. Sobrevivência e qualidade de vida: história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial de crianças pré-termo e com muito baixo peso (1.500 g) em comparação com crianças nascidas a termo. 2000 ;
    • Vancouver

      Carvalho AEV, Linhares MBM. Sobrevivência e qualidade de vida: história de desenvolvimento, aprendizagem e adaptação psicossocial de crianças pré-termo e com muito baixo peso (1.500 g) em comparação com crianças nascidas a termo. 2000 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020