Exportar registro bibliográfico

Efeito do CPAP nasal sobre o controle ventilatório de voluntários normais e de pacientes com apnéia obstrutiva do sono (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated author: GLASS, HELOISA - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subject: MEDICINA INTERNA
  • Language: Português
  • Abstract: Nossos resultados mostram um efeito do CPAP sobre a 'P IND. ET'C'O IND. 2'e a S'O IND. 2' (e Fe'0 IND. 2'), e sobre a curva de resposta ventilatória à hipercapnia, desviando?a para a esquerda. Isso significa que para um mesmo nível de 'P IND.ET'C'O IND. 2' uma maior ventilação foi observada. Este efeito estava presente tanto em voluntários normais, quanto em pacientes com SAOS e ainda em pacientes com distúrbios afetando o controle da respiração, como respiração periódica e ahipoventilação alveolar. ,O efeito do CPAP sobre a curva de resposta ao C'O IND. 2' poderia ser explicado por uma redução da resistência das vias aéreas superiores sob CPAP. Supõe?se que ssa redução da resistência das vias aéreas seja oprincipal mecanismo de ação do CPAP nos pacientes com SAOS. Por outro lado, vários estudos tem indicado que o CPAP ativa reflexo vagal facilitador da expiração e ativa o reflexo inibidor da inspiração. Apesar de concomitantemente produzir umainibição da inspiração, essa inibição não é completa. Desta forma um aumento da pressão inspiratória sob CPAP seria esperado. Nossos resultados mostrando que quanto maior a ativação da musculatura expiratóna e consequentemente menor o aumento daCRF sob CPAP, tanto maior o V'tau' obtido. Isso sugere que este mecanismo esteja presente em humanos e seja responsável pelo menos em parte pelos efeitos do CPAP observados. Nos nossos pacientes com SAOS, observamos ainda uma incidênciarelativamente alta deredução nas respostas ventilatórias à hipercapnia. Na nossa amostra, selecionada quanto às patologias conhecidas, que pudessem afetar o controle da ventilação, essa alteração parece estar relacionada a um aumento daimpedância da ventilação quando sob estimulação com C'O IND. 2'. Não pudemos observar nenhuma correlação desta alteração com o peso ou IMC dos pacientes, com alterações da função pulmonar ou ainda com a força máxima desenvolvida pela musculatura .. inspiratória. Sendo que os pacientes foram selecionados para exclusão da maioria das patologias que poderiam afetar a resposta ventilatória ao C'O IND. 2', é provável um defeito relacionado com a SAOS por si seja responsável pelasalterações observadas, e que possivelmente esteja esse fator relacionado com a gênese da SAOS, pelo menos numa parcela dos pacientes afetados pela síndrome
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.07.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GLASS, Heloisa. Efeito do CPAP nasal sobre o controle ventilatório de voluntários normais e de pacientes com apnéia obstrutiva do sono. 2000. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000. . Acesso em: 10 ago. 2022.
    • APA

      Glass, H. (2000). Efeito do CPAP nasal sobre o controle ventilatório de voluntários normais e de pacientes com apnéia obstrutiva do sono (Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Glass H. Efeito do CPAP nasal sobre o controle ventilatório de voluntários normais e de pacientes com apnéia obstrutiva do sono. 2000 ;[citado 2022 ago. 10 ]
    • Vancouver

      Glass H. Efeito do CPAP nasal sobre o controle ventilatório de voluntários normais e de pacientes com apnéia obstrutiva do sono. 2000 ;[citado 2022 ago. 10 ]


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022