Exportar registro bibliográfico

Paracoccina: Lectina de Paracoccidioides brasiliensis, ligante de de N-acetil-glicosamina interage com componente de matrix extracelular (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARDOSO, MARGARETH LEITÃO GENNARI - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPM
  • Subjects: IMUNOLOGIA MÉDICA
  • Language: Português
  • Abstract: Jacalin Binding Exoantigen (JBE), uma fração antigênica de levedura de Paracoccidioides brasiliensis foi isolado e caracterizado por sua habilidade de se ligar à jacalina imobilizada. Estudo cinético mostrou que o máximo de JBE liberado emcultura de meio líquido ocorre aos 21 dias, quando essa fração corresponde a 1,67% das proteínas fúngicas secretadas. A fração ligante, eluída com D-galactose 0,4M, quando analisada por SDS-PAGE a corada pela prata originou uma banda de 190kDa,freqüentemente associada com componentes de 70 e 55 kDa. Essas duas bandas adicionais foram mais proeminentes sob condições redutoras. Os três componentes foram reconhecidos por anticorpos de coelho gerados por imunização com a banda de 190kDaexcisada de géis de SDS-PAGE. Nenhum outro componente de preparação bruta de exoantígeno foi reconhecido pelos anticorpos antibanda de 190 kDa. Para verificar a homologia estrutural entre os três componentes, tentamos, sem sucesso, determinarasequência N-terminal. A digestão tríptica das bandas nos géis deram eluições com perfis similares em RP-HPLC. Um pico proeminente obtido da banda de 55 kDa apresentou uma sequencia GTETPYFR., que não apresentou homologia com nenhumaproteínadepositada em banco de dados. Determinou-se também a afinidade da preparação JBE a açúcar da preparação JBE. Incubação de amostras JBE por duas horas à temperatura ambiente com esferas de açúcar, seguida de lavagem, tratamento com tampãodeamostra a análise por SDSPAGE indicaramque JBE apresentava a seguinte ordem de afinidade aos açúcares: N-acetil-D-glicosamina > Dglicose > D-manose > melibiose. Não houve ligação à galactose-agarose ou esferas de agarose não modificada.Essesdados, foram considerados sugestivos de que a fração JBE contivesse um componente lectínico, com afinidade para N-acetil-glicosamina. Tal especificidade resultou na purificação da lectina de P. brasiliensis através de cromatografia deafinidade ) em coluna de Agarose-N-acetil -glicosamina que passou a ser denominada Paracoccina. Paracoccina corresponde essencialmente ao componente de 70 kDa da fração JBE. Os anticorpos policlonais específicos gerados contra a bandade 190 kDareconhecem, na levedura de P. brasiliensis, antígenos de superficie, predominantemente localizados na região de brotamento. JBE foi capaz de se ligar a laminina , glicoproteína da matriz extracelular, mas não à fibronectina outrombospondina. Aligação à laminina éinibida por N-acetil-glicosamina e manose. JBE induz a liberação de NO por macrófagos murinos da linhagem J774, de maneira dose-dependente. A fração JBE parece ser um componente importante na patogenia de P.brasiliensis porapresentar capacidade de ligar-se à laminina a induzir a liberação de NO por macrófagos murinos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.06.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARDOSO, Margareth Leitão Gennari; BARREIRA, Maria Cristina Roque Antunes. Paracoccina: Lectina de Paracoccidioides brasiliensis, ligante de de N-acetil-glicosamina interage com componente de matrix extracelular. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Cardoso, M. L. G., & Barreira, M. C. R. A. (2000). Paracoccina: Lectina de Paracoccidioides brasiliensis, ligante de de N-acetil-glicosamina interage com componente de matrix extracelular. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Cardoso MLG, Barreira MCRA. Paracoccina: Lectina de Paracoccidioides brasiliensis, ligante de de N-acetil-glicosamina interage com componente de matrix extracelular. 2000 ;
    • Vancouver

      Cardoso MLG, Barreira MCRA. Paracoccina: Lectina de Paracoccidioides brasiliensis, ligante de de N-acetil-glicosamina interage com componente de matrix extracelular. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020