Exportar registro bibliográfico

Monitoramento da suscetibilidade de populações de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) a acaricidas organoestânicos em citros (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: KONNO, ROBERTO HIROYUKI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA; FRUTICULTURA; ÁCAROS
  • Language: Português
  • Abstract: O principal objetivo do presente trabalho foi o de coletar informações básicas para a implementação de um programa de manejo da resistência de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) a acaricidas organoestânicos em pomares de citros do Estado deSão Paulo. Inicialmente, as linhas básicas de suscetibilidade aos acaricidas óxido de fenbutatin e cihexatin foram obtidas para uma população suscetível de referência de B. phoenicis através de um bioensaio de contato residual. Baseado na curvade concentração-resposta dessa população para os dois acaricidas, a concentração diagnóstica de 180 mg de [IA] / L de água destilada foi definida para ser utilizada em programas de monitoramento da suscetibilidade de populações de B. phoenicis aesses acaricidas. Posteriormente, foram realizados estudos de persistência de resíduos de óxido de fenbutatin em discos de folha de citros mantidos em diferentes condições de umidade relativa (30, 50, 70 e 90% de UR). Os resultados demonstraramque o fator umidade não apresentou efeito significativo na atividade desse acaricida para uma possível discriminação da resistência de B. phoenicis a óxido de fenbutatin. E por último, foi realizado um levantamento da suscetibilidade aosacaricidas óxido de fenbutatin e cihexatin em populações de B. phoenicis coletadas em pomares comerciais com diferentes regimes de uso de acaricidas organoestânicos nos últimos 5 anos. Todas as populações testadas apresentaram suscetibilidade aóxido de fenbutatin ecihexatin semelhante ao da população suscetível de referência, com exceção de uma população que apresentou uma porcentagem de sobrevivência a cihexatin (10,7%) significativamente maior do que a da população suscetível naconcentração diagnóstica. Portanto, apesar do intenso uso de acaricidas organoestânicos para controle de B. phoenicis em citros no Estado de São Paulo, as populações desse ácaro ainda apresentam uma alta suscetibilidade a acaricidas ) óxido de fenbutatin e cihexatin
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.10.2000
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KONNO, Roberto Hiroyuki; OMOTO, Celso. Monitoramento da suscetibilidade de populações de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) a acaricidas organoestânicos em citros. 2000.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000. Disponível em: < http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20181127-161321/ >.
    • APA

      Konno, R. H., & Omoto, C. (2000). Monitoramento da suscetibilidade de populações de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) a acaricidas organoestânicos em citros. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20181127-161321/
    • NLM

      Konno RH, Omoto C. Monitoramento da suscetibilidade de populações de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) a acaricidas organoestânicos em citros [Internet]. 2000 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20181127-161321/
    • Vancouver

      Konno RH, Omoto C. Monitoramento da suscetibilidade de populações de Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) a acaricidas organoestânicos em citros [Internet]. 2000 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-20181127-161321/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021