Exportar registro bibliográfico

Modelos de seleção de grupo em evolução pré-biótica (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, ANA TEREZA COSTA - IFSC
  • Unidades: IFSC
  • Sigla do Departamento: FFI
  • Subjects: MECÂNICA ESTATÍSTICA; GENÉTICA QUANTITATIVA; GENÉTICA MOLECULAR; BIOLOGIA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: A seleção de grupo foi proposta inicialmente em um contexto ecológico como uma força seletiva agindo sobre o grupo da mesma forma que a seleção individual atua sobre os indivíduaos que compõem a população. Apesar da oposição inicial dos biólogosevolucionários tradicionais, nas últimas décadas estes conceitos têm se revelado bastante úteis no estudo de problemas pouco relacionados a sua motivação orginal. Na primeira parte desta tese, investigamos um modelo de seleção de grupo que usa aextinção diferenciada como força seletiva atuando sobre os grupos. Neste modelo a população é composta de grupos que no jargão de seleção de grupo são denominados demes. As demes por sua vez são habitadas por indivíduos de dois tipos (altruístase não-altruístas) que podem reproduzir-se, sofrer mutação e migrar de uma deme a outra. A dinâmica da população é implementada lançando-se mão de matrizes de transição associadas a cada um destes eventos, levando a um conjunto de equações derecorrência aclopadas cuja iteração dá o estado estacionário da freqüência dos diferentes tipos de demes na população. Examinado inicialmente no regime determinístico, no qual o número de demes é infinito mas o número de indivíduos em cada demeé finito, este modelo revelou o papel desestabilizador das mutações sobre as demes totalmente altruístas. Seguido ao regime determinístico, fizemos um estudo do modelo ainda com extinção diferenciada, considerando o número de demes finito, comvistas ainvestigar os efeitos provocados pela finitude da população no estado estacionário da freqüência de demes na população. Observamos um aumento ainda maior da instabilidade do estado altruísta provocado pela mutação em face da diminuiçãoda quantidade de demes presentes na população. Finalmente, investigamos um modelo para a evolução da produção de enzimas que usa a seleção de grupo característico em sua concepção. Esta modalidade de seleção de grupo baseia-se ) no conceito de freqüência média subjetiva, uma freqüência estimada com base na estrutura da população que neste caso também é composta por grupos. Apresentamos uma nova formulação matemática para o mesmo problema com a qualabordamos outro modelo recentemente proposto na literatura que trata da evolução de características altruístas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.09.2000
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Ana Tereza Costa; FONTANARI, José Fernando. Modelos de seleção de grupo em evolução pré-biótica. 2000.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76131/tde-15092008-093246/ >.
    • APA

      Silva, A. T. C., & Fontanari, J. F. (2000). Modelos de seleção de grupo em evolução pré-biótica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76131/tde-15092008-093246/
    • NLM

      Silva ATC, Fontanari JF. Modelos de seleção de grupo em evolução pré-biótica [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76131/tde-15092008-093246/
    • Vancouver

      Silva ATC, Fontanari JF. Modelos de seleção de grupo em evolução pré-biótica [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76131/tde-15092008-093246/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020