Exportar registro bibliográfico

Efeitos comportamentais e bioquímicos decorrentes da exposição ao memidofos e/ou clorotalonil em ratos (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHIORATO, SELMA HELOISA - FMVZ
  • Unidades: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: PESTICIDAS; MEDICINA VETERINÁRIA; COMPORTAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Foram avaliados os efeitos da administração i.p. do pesticida organofosforado Tamaron (metamidofós) e/ou do fungicida Vanox (clorotalonil) em ratas de linhagem Wistar durante o período de lactação. O objetivo do presente trabalho foi avaliar atoxicidade em separado de cada um dos pesticidas estudados e a possível ocorrência de sinergia de seus efeitos após exposição simultânea. Suas proles foram observadas e testadas quanto a parâmetros físicos, comportamentais e à atividade daenzima colinesterásica plasmática e cerebral. Alterações quanto ao ganho de peso de mães e filhotes durante a lactação não mostraram-se vinculadas à toxicidade dos pesticidas. Já a taxa de viabilidade ao desmame evidenciou a toxicidade peloorganofosforado quando utilizado em sua maior dose (4 mg/kg). Este produto mostrou-se também mais tóxico do que o fungicida na maioria dos parâmetros avaliados nos testes comportamentais, bem como na análise enzimática uma vez que possuiatividade anticolinesterásica definida. O desenvolvimento físico apresentou atraso com relação descolamento de orelha (todos os grupos , exceto Tam 2+ Van 800), aparecimento de penugem (Tam 2, Van 800 e Tam 4 + Van 800), erupção do denteincisivo (Tam 2), abertura de ouvido (Tam 2 e Tam 4), abertura de olho (todos os grupos) enquanto que houve precocidade da descida de testículos (todos os grupos). Os filhotes continuaram a ser observados até a fase adulta (90 graus d) em umaparelho de campo aberto onde apresentaram aumento delocomoção, aumento e diminuição do parâmetro levantar e tempo de parado. Através da aplicação da apomorfina, o comportamento estereotipado também foi observado e os animais em geralmostraram-se menos ativos que os do grupo controle, sendo mais evidente nos animais expostos ao organofosforado. Mães e filhotes foram testados quanto à atividade das enzimas colinesterásicas cerebral (AChE) e plasmática (BuChE). 24h após aúltima administração ) dos produtos, constatou-se a potência inibitória do organofosforado nas mães, não evidenciando inibição das mesmas nos filhotes que só receberam os pesticidas através do leite e ainda não possuíam seus sistemas enzimáticos maduros.Não houve sinergismo na exposição dos pesticidas em conjunto. Além disso, o organofosforado sobressaiu-se quanto à toxicidade nos testes realizados. Embora os animais submetidos aos testes comportamentais nem sempre apresentem os sinais e/ousintomas colinérgicos esperados, devem também sofrer testes bioquímicas para que sejam evidenciadas alterações sutis de toxicidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.05.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHIORATO, Selma Heloisa; CASTRO, Vera Lúcia Scherholz Salgado. Efeitos comportamentais e bioquímicos decorrentes da exposição ao memidofos e/ou clorotalonil em ratos. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Chiorato, S. H., & Castro, V. L. S. S. (2000). Efeitos comportamentais e bioquímicos decorrentes da exposição ao memidofos e/ou clorotalonil em ratos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Chiorato SH, Castro VLSS. Efeitos comportamentais e bioquímicos decorrentes da exposição ao memidofos e/ou clorotalonil em ratos. 2000 ;
    • Vancouver

      Chiorato SH, Castro VLSS. Efeitos comportamentais e bioquímicos decorrentes da exposição ao memidofos e/ou clorotalonil em ratos. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020