Exportar registro bibliográfico

Interações entre vesículas catiônicas e superficies biológicas: Lipossomos de brometo de dioctadecildimetilamonio (DODAB) como agentes antimicrobianos (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: CAMPANHÃ, MYRIAM THEREZINHA NEVES - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: BIOQUÍMICA MICROBIANA; BIOFÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: Lipossomos são vesículas microscópicas compostas de uma ou mais membranas lipídicas envolvendo um compartimento aqüoso, e podem ser constituídos (DODAB), um composto de amônio quaternário. Este trabalho mostra: DODAB; 1) susceptibilidade de quatro espécies bacterianas à ação bactericida de DODAB; 2) verificação da ação antifúngica de DODA; 3) Solubilização de duas drogas antifúngicas (anfotericina B e miconazol) nos lipossomos de DODAB; 4) verificação da eficiência das drogas incorporadas aos lipossomos, como agentes antifúngicos. A susceptibilidade das espécies ao DODAB foi avaliada através de curvas de viabilidade celular para 2, 5X '10 POT. 7' UFC/mL. A bactéria mais resistente foi Escherichia coli, seguida de S. Typhimurium, P. aeruginosa, e S. aureus. Foi demonstrada uma correlação entre a troca de carga de superfície das bactérias e a morte celular. A ação antifúngica do DODAB foi avaliada para Candida albicans através de curvas de viabilidade celular. DODAB é fungistático (1 mM), e bactericida (10-50 'mü'M). Formulações lipossomais de DODAB com anfotericina B ou miconazol mostraram ação fungicida equivalente àquela das drogas sozinhas, em seus melhores solventes. A fase lipossomal de DODAB compete com a membrana da célula fúngica pela anfotericina B, conforme verificado pelo efeito de concentração de DODAB. A 1 mM de DODAB a fase lipossomal ganha a competição na solubilização da droga para as membranas das células fúngicas e a droga não é entreguepara as células. Contudo, a 0,1 mM de DOLDAB, as membranas ganham a competição e a droga é entregue
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2000
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMPANHA, Myriam Therezinha Neves; CARMONA-RIBEIRO, Ana Maria. Interações entre vesículas catiônicas e superficies biológicas: Lipossomos de brometo de dioctadecildimetilamonio (DODAB) como agentes antimicrobianos. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-23052019-135939/pt-br.php >.
    • APA

      Campanha, M. T. N., & Carmona-Ribeiro, A. M. (2000). Interações entre vesículas catiônicas e superficies biológicas: Lipossomos de brometo de dioctadecildimetilamonio (DODAB) como agentes antimicrobianos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-23052019-135939/pt-br.php
    • NLM

      Campanha MTN, Carmona-Ribeiro AM. Interações entre vesículas catiônicas e superficies biológicas: Lipossomos de brometo de dioctadecildimetilamonio (DODAB) como agentes antimicrobianos [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-23052019-135939/pt-br.php
    • Vancouver

      Campanha MTN, Carmona-Ribeiro AM. Interações entre vesículas catiônicas e superficies biológicas: Lipossomos de brometo de dioctadecildimetilamonio (DODAB) como agentes antimicrobianos [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-23052019-135939/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021