Exportar registro bibliográfico

Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: MERCADANTE, ADRIANA FROHLICH - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: BIOQUÍMICA; PROTEINAS (METABOLISMO); BIOLOGIA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: 'Prions' são definidos como partículas protéicas infecciosas compostas, quase que exclusivamente, por uma proteína conhecida como 'prion scrapie' (PrPse). O envolvimento dessas partículas na etiologia de doenças neurodegenerativas, tanto em homens como em animais, já está bem determinado. Acredita-se que o PrPsc seja sintetizado através de modificações pós-traducionais que ocorreriam na isoforma celular da proteína 'prion' (PrPc), uma glicoproteína expressa constitutivamente na superfície de vários tipos celulares, principalmente de neurônios, ancorada na membrana plasmática por glicosil-fosfatidil inositol (GPI). Apesar de ser uma molécula conservada em várias espécies, a função de PrPc ainda permanece desconhecida. Interessados nos possíveis papéis fisiológicos desempenhados pelo PrPc, decidimos investigar certas interações que o PrPc poderia realizar com outras moléculas, na tentativa de se encontrar pistas sobre a função dessa proteína em células normais. Assim, nosso grupo identificou e vem caracterizando duas interações nas quais o PrPc está envolvido: com o seu receptor de 60-66 kDa e com a principal proteína não colagênica da matriz extracetular, a laminina (LN). Grande parte da caracterização dessas duas interações vem sendo desenvolvida graças ao uso de PrPc recombinante produzido em sistema heterólogo (em E. coli). O trabalho em questão trata principalmente da produção de PrPc recombinantes em sistema heterólogo e a utilização destes como importantesferramentas para a melhor caracterização das interações identificadas. Alguns trabalhos na literatura vinham sugerindo a existência de um receptor para 'prions'. Através da teoria da hidropaticidade complementar dos aminoácidos, nosso grupo foi incapaz de identificar uma proteína de 60-66 kDa como sendo esse provável receptor. Ensaios de licação 'in vitro' utilizando PrPc recombinante, ou PrPc nativo (ancorado na superfície de células) ) confirmaram que a forma desse receptor presente na membrana (de 66 kDa) é capaz de se ligar ao PrPc. Com a ajuda de PrPc recombinante também foi possível verificar uma função específica, saturável e de alta afinidade (Kd da ordem de 10-8 M) entre PrPc e a LN. Através de ensaios de competição, utilizando peptídeos sintéticos correspondentes a domínios da LN já bem caracterizados e de funções estabelecidas, fomos capazes de mapear o sítio dessa molécula que se liga ao PrPc. A seqüência identificada (RNIAEIIKDI) encontra-se na região C-terminal da cadeia 'gama'l da LN e, como demonstrado na literatura, esse domínio é responsável por estimular tanto a adesão celular, quanto o crescimento de neuritos em neurônios de cerebelo em cultura primária. De fato, resultados obtidos pelo nosso grupo indicam que a interação PrPc/LN participa no processo de neuritogênese. Experimentos de esquiva inibitória, realizados em colaboração com o grupo do Prof. Dr. Ivan lzquierdo (UFRGS) indicaram que a ligação PrPc/LN também desempenha umimportante papel nos processos de memória e aprendizado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2000
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MERCADANTE, Adriana Frohlich; BRENTANI, Ricardo Renzo. Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-15092008-145826/ >.
    • APA

      Mercadante, A. F., & Brentani, R. R. (2000). Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-15092008-145826/
    • NLM

      Mercadante AF, Brentani RR. Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-15092008-145826/
    • Vancouver

      Mercadante AF, Brentani RR. Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-15092008-145826/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021