Exportar registro bibliográfico

Reparação de defeitos alveolares recobertos por membranas reabsorvíveis e não reabsorvíveis: estudo histológico em cães (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: IMBRONITO, ANA VITORIA - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: PERIODONTIA; REPARAÇÃO PERIODONTAL; DEFEITOS DA FURCA
  • Language: Português
  • Abstract: As proposições deste estudo foram: l) caracterizar histologicamente os eventos da reparação após procedimento regenerativo, empregando-se membrana de politetrafiuoetiieno expandido ou de ácido polilático e 2) avaliar histometricaffiente a área detecido ósseo neoformado 2 e 4 meses após estes procedimentos. Foram extraídos os dentes P2, P3 e P4 em ambos os lados da mandíbula de 4 cães sem raça definida. Após 3 meses de reparação, 2 defeitos ósseos com dimensões aproximadas de 8mmapico-coronal, l2mm mesiodistal foram criados em cada lado da mandíbula. Em cada animal, 2 defeitos foram recobertos com membranas reabsorvíveis, l com membrana não reabsorvível e l não foi recoberto (controle). Dois cães foram sacrificados após2 meses e 2 cães após 4 meses. O processamento histológico foi feito sem descalcificação e os espécimes foram corados com azul de toluidina. A análise histológica foi feita em microscopia de luz e as medidas histométricas foram feitas noprograma NIH Image. Pode-se concluir, que houve neoformação óssea quando os defeitos foram recobertos com membrana de politetrafluoretileno expandido ou com membrana de ácido poliiático. A quantidade de tecido ósseo neoformado foi semelhantepara ambos os grupos aos dois e quatro meses, tanto para área total do tecido ósseo neoformado como para área líquida (área de osso neoformado, excluindo-se os espaços medulares). Aos dois meses, o tecido ósseo neoformado em ambos os gruposexperimentais apresentou-seimaturo. Aos quatro meses, o tecido apresentava-se maduro, mas ainda com áreas de tecido ósseo imaturo. Concluiu-se também que a quantidade de tecido ósseo neoformado para os grupos experimentais foi significantementemaior que no grupo controle
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.02.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IMBRONITO, Ana Vitória; TODESCAN, José Hildebrando. Reparação de defeitos alveolares recobertos por membranas reabsorvíveis e não reabsorvíveis: estudo histológico em cães. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Imbronito, A. V., & Todescan, J. H. (2000). Reparação de defeitos alveolares recobertos por membranas reabsorvíveis e não reabsorvíveis: estudo histológico em cães. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Imbronito AV, Todescan JH. Reparação de defeitos alveolares recobertos por membranas reabsorvíveis e não reabsorvíveis: estudo histológico em cães. 2000 ;
    • Vancouver

      Imbronito AV, Todescan JH. Reparação de defeitos alveolares recobertos por membranas reabsorvíveis e não reabsorvíveis: estudo histológico em cães. 2000 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020