Exportar registro bibliográfico

Estudo das características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de classe II, Divisão 1ª de Angle, com predomínio da respiração bucal (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JORGE, EDMILSSON PEDRO - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODO
  • Subjects: ORTODONTIA; MALOCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II; RESPIRAÇÃO BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: No presente estudo foram avaliadas as características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de Classe II divisão 1ª de Angle com predomínio da respiração bucal, em uma amostra de 30 indivíduos brasileiros, leucodermas, do sexofeminino e masculino, na faixa etária de 14 anos e 06 meses a 25 anos e 07 meses, com dentição permanente, que não tinham se submetido a tratamento ortodôntico. Neste grupo de pacientes, utilizando a vídeo-endoscopia, foi possível determinar osfatores obstrutivos e o local da obstrução na via aérea superior. Analisando os dados da rinomanometria anterior ativa, constatou-se que a média da resistência nasal total sem vasoconstritor foi de '0,81 mmH2O/l/min.' e, com vasoconstritor, foide '0,61 mmH2O/l/min.'. No entanto, foi objetivo desta pesquisa, além de diagnosticar o respirador bucal utilizando a rinomanometria e a vídeo-endoscopia, estudar as características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão deClasse II divisão 1ª de Angle, por meio das grandezas angulares e lineares da análise cefalométrica de Ricketts em norma-frontal, e pelas medidas da dimensão transversal dos modelos ortodônticos das arcadas superior e inferior. Após ainterpretação da análise estatística e dos resultados obtidos, foi possível concluir que: a) a resistência nasal total estava acima do parâmetro de normalidade em 23 pacientes (76,66%); b) os fatores obstrutivos podem ser múltiplos e localizadosna bucofaringe, nas cavidadesnasais e na nasofaringe; c) os valores médios das medidas transversais dos modelos ortodônticos para as distâncias interdentárias foram: caninos superiores (25,31 mm), 'primeiros' pré-molares superiores (25,82 mm),'segundos' pré-molares superiores (30,19 mm), 'primeiros' molares superiores (33,81 mm), 'segundos' molares supeiores (40,19 mm), caninos inferiores (20,01 mm), 'primeiros' pré-molares inferiores (25,66 mm), 'segundos' pré-molares ) inferiores (29,42 mm), 'primeiros' molares inferiores (32,50 mm) e 'segundos' molares inferiores (38,24 mm); d) os valores médios das medidas cefalométricas em norma-frontal foram: simetria postural ('1,50 GRAUS'), linha médiamaxilo-mandibular ('2,03 GRAUS'), largura nasal (30,48 mm), altura nasal (49,74 mm), largura da maxila (66,11 mm), largura da mandíbula (87,33 mm) e largura facial (131,70 mm)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JORGE, Edmilsson Pedro; ABRÃO, Jorge. Estudo das características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de classe II, Divisão 1ª de Angle, com predomínio da respiração bucal. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Jorge, E. P., & Abrão, J. (2000). Estudo das características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de classe II, Divisão 1ª de Angle, com predomínio da respiração bucal. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Jorge EP, Abrão J. Estudo das características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de classe II, Divisão 1ª de Angle, com predomínio da respiração bucal. 2000 ;
    • Vancouver

      Jorge EP, Abrão J. Estudo das características morfológicas e craniofaciais de pacientes com má oclusão de classe II, Divisão 1ª de Angle, com predomínio da respiração bucal. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020