Exportar registro bibliográfico

Aspectos biomecânicos da influência do calçado esportivo na locomoção humana (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: SERRÃO, JULIO CERCA - EEFE
  • Unidade: EEFE
  • Sigla do Departamento: EFB
  • Assunto: BIOMECÂNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese tem por objetivo analisar a influência do calçado esportivo no movimento humano. O experimento 1, objetivou a análise biomecânica do calçado de corrida durante seu ciclo de utilização, o experimento 2 estendeu essa análise para os calçados de Futsal, e experimento 3 objetivou a análise da locomoção sem o uso do calçado esportivo. Para tanto, foram utilizadas uma plataforma de força piezoelétrica, um eletrogoniômetro, e um eletromiógrafo, segundo procedimentos e protocolos metodológicos de controle experimental que permitiram análise e interpretação das variáveis. Para os resultados dos experimentos 1 e 2, as alterações mais expressivas e consistentes foram observadas na corrida com os calçados de Futsal, dentre as quais se destacaram o aumento do primeiro pico da força vertical (17,26%), do gradiente de crescimento 1 (56,25%), do segundo pico da força vertical (3,43%), do incremento da força vertical (14,81%), do gradiente de crescimento 2 (25,00%), e a redução do tempo para o primeiro pico da força vertical (22,50%). No entanto, a análise intra-sujeitos, mostrou que alguns sujeitos mantiveram condições biomecânicas satisfatórias à realização do movimento apesar do desgaste do calçado. Dentre as alterações observadas no experimento 3, destacam-se a significativa redução do tempo para o primeiro pico da força vertical do calçado para o descalço e o surgimento de novos picos de força na locomoção na última condição. Observou-se ainda aantecipação do pico de atividade do m. vastus lateralis (de 11,85 +- 5,27% para 7,69 +- 5,50%) e do m. gastrocnemius (de 69,44 +- 2,93% para 50,65 +- 27,67%) na marcha, e também na corrida (de 29,23 +- 9,21% para 19,00 +- 9,84% e de 32,63 +- 12,49% para 28,81 +- 11,41%, para o m.vastus lateralis e o m. gastrocnemius, respectivamente). Conclui-se que a influência exercida pelo calçado esportivo sobre o movimento humano não parece ser mais expressiva do que a exercida ) pelo aparelho locomotor, que se mostrou capaz de garantir condições biomecânicas favoráveis à boa manutenção do movimento mesmo em situações adversas. Tais fatos sugerem que os esforços na busca da execução segura e eficiente do movimento humano, devem estar voltados primordialmente para o desenvolvimento das estruturas e funções do aparelho locomotor, e não apenas para a seleção e desenvolvimento do calçado esportivo. Destaca-se ainda a necessidade da utilização de ferramentas que facilitem a diferenciação da variabilidade do movimento da variabilidade induzida pelo calçado, sempre que a análise do movimento for a estratégia escolhida para analisar a influência do calçado no movimento humano
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SERRÃO, Júlio Cerca; AMADIO, Alberto Carlos. Aspectos biomecânicos da influência do calçado esportivo na locomoção humana. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Serrão, J. C., & Amadio, A. C. (1999). Aspectos biomecânicos da influência do calçado esportivo na locomoção humana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Serrão JC, Amadio AC. Aspectos biomecânicos da influência do calçado esportivo na locomoção humana. 1999 ;
    • Vancouver

      Serrão JC, Amadio AC. Aspectos biomecânicos da influência do calçado esportivo na locomoção humana. 1999 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021