Exportar registro bibliográfico

Investigação da relação entre pais e o filho com deficiência auditiva (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, CÉLIA HORTA E - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: DEFICIENTES; MODIFICAÇÃO DO COMPORTAMENTO; AJUSTAMENTO EMOCIONAL; ATITUDES; ADAPTAÇÃO PSICOLÓGICA; FAMÍLIA (PSICOLOGIA); SURDEZ; ATITUDES DOS PAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo refere-se aos efeitos de atitudes na relação entre pais e o filho com deficiência auditiva e a influência desta relação sobre a capacidade adaptativa do deficiente auditivo. Os sujeitos são 20 surdos encaminhados por escola especializada, 10 deles considerados "adaptados" e os outros considerados "não adaptados" pelos funcionários da escola. É utilizado o método da entrevista clínica. Além da entrevista com os surdos, os pais passam por entrevistas em que situam seu filho nos setores Produtividade, Sócio-cultural, Orgânico e Afetivo- relacional (segundo Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada de Ryad Simon) e fornecem um histórico sobre o relacionamento com o filho. A pesquisadora criou uma classificação de pais: "pais-heróis", "pais-carrascos", "pais-vítimas" e "pais-continentes". Após análise qualitativa dos dados, verifica-se que os sujeitos considerados "adaptados" pela escola, também são considerados adequados nos quatro setores da adaptação e têm "pais-continentes", capazes de expressar ambivalência de sentimentos em relação ao filho. É dado destaque à relação entre o tipo de vínculo estabelecido entre pais e filho e os desdobramentos da agressividade no filho. Verifica-se que os filhos de "pais-continentes" apresentam "agressividade construtiva" cujo uso se volta para o desenvolvimento, enquanto os restantes apresentam importantes manifestações de "agressividade destrutiva" voltada para os mundos externo e interno. Denominando-se"pais-heróis" aqueles que negam o ódio contra o filho, resulta que a agressividade do filho volta-se para seu interior. Os chamados "pais-carrascos" - hostis por negarem, produzem no filho agressividade, ora voltada para o interior, por amor - filho vive submissão ao sadismo dos pais, ora para o exterior, identificado com o id sádico dos pais. Um quarto e último tipo, de "pais-vítimas" que reprimem o ódio, também provoca no filho uma dupla ação da ) agressividade: voltada para o interior, por identificação com o ego sofredor dos pais; ou voltada para o exterior, devido identificação com o superego sádico dos pais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.06.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HORTA, Célia; SIMON, Ryad. Investigação da relação entre pais e o filho com deficiência auditiva. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Horta, C., & Simon, R. (2000). Investigação da relação entre pais e o filho com deficiência auditiva. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Horta C, Simon R. Investigação da relação entre pais e o filho com deficiência auditiva. 2000 ;
    • Vancouver

      Horta C, Simon R. Investigação da relação entre pais e o filho com deficiência auditiva. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020