Exportar registro bibliográfico

Radiojornalismo: é na escola que se aprende? Formação profissional : análise do processo ensino (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIBIAM, PAULO ROBERTO BÖRNSEN - ECA
  • Unidades: ECA
  • Sigla do Departamento: CJE
  • Subjects: RADIOJORNALISMO (ESTUDO;ENSINO)
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa investiga a relação ensino-aprendizagem nas disciplinas que visam a formar o estudante para o exercício do jornalismo em um meio de comunicação com características próprias: o rádio. Os objetivos principais do trabalho foramdetectar a realidade das escolas, levantar os problemas e apresentar possíveis alterações no ensino dessa área, a fim de auxiliar na melhoria da qualidade de ensino, no que se refere ao Radiojornalismo, por meio de investigação, estabelecendo umperfil das experiências acadêmicas realizadas, seus resultados, além do papel das emissoras de rádio universitárias, detectando os mecanismos práticos e teóricos que concorrem para a formação do aluno e o seu futuro exercício profissional. Olevantamento histórico do ensino de Jornalismo, abrange o período que vai desde a luta, que se iniciou em 1918, pela implantação da primeira escola no Brasil até os dias atuais e teve por objetivo mostrar o desenvolvimento da formaçãoprofissional no País. A pesquisa foi realizada em cinco cursos de Jornalismo do Estado de São Paulo: Universidade São Judas Tadeu, Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (Unesp-Campus deBauru), Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) e Universidade Metodista de São Paulo (Umesp). As análises feitas a partir das entrevistas realizadas com alunos e professores, além do estudo de documentos, currículos e programas de curso,possibilitam traçar umquadro de como as escolas atuam. Os resultados mostram o grau de deficiências existente o ensino de Radiojornalismo nos cinco cursos, tais como: infra-estrutura inadequada, professores mal formados, ausência deinterdisciplinaridade, planos de ensino e currículos precários, bibliotecas desatualizadas, além de alunos desinteressados pelo rádio. Em um período em que a reforma curricular está em discussão nas principais escolas do País, este trabalhoprocura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.06.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIBIAM, Paulo Roberto Börnsen; ORTRIWANO, Gisela Swetlana. Radiojornalismo: é na escola que se aprende? Formação profissional : análise do processo ensino. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Vibiam, P. R. B., & Ortriwano, G. S. (2000). Radiojornalismo: é na escola que se aprende? Formação profissional : análise do processo ensino. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Vibiam PRB, Ortriwano GS. Radiojornalismo: é na escola que se aprende? Formação profissional : análise do processo ensino. 2000 ;
    • Vancouver

      Vibiam PRB, Ortriwano GS. Radiojornalismo: é na escola que se aprende? Formação profissional : análise do processo ensino. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020