Exportar registro bibliográfico

Avaliação das alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão por meio das radiografias submentoniana e póstero-anterior (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CRUZ, KARINA SANTANA - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: OCLUSÃO DENTÁRIA; ORTODONTIA; MALOCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento ortodôntico com extrações assimétricas de pacientes com má oclusão de Classe II, subdivisão de Angle, em relação a um grupo controle de oclusãonormal. A amostra consistiu de três grupos, com 30 pacientes cada, apresentando as seguintes características: grupo 1 - jovens com Classe II, subdivisão, não tratados; grupo 2 - jovens com Classe II, subdivisão, tratados com extraçõesassimétricas; grupo 3 - jovens com oclusão normal. Todos apresentavam os dentes permanentes superiores e inferiores, em ambos os arcos dentários, até os primeiros molares, no início do tratamento. A idade média da amostra foi de 15,76, 18,57 e22,42 anos nos grupos de Classe II, subdivisão não tratado, Classe II, subdivisão tratado e oclusão normal, respectivamente. Medidas de diferenças relativas da posição espacial de pontos dentários e esqueléticos bilaterais foram obtidas nasradiografias submentoniana e póstero-anterior. O teste t para amostras independentes foi utilizado para comparar os grupos 1 e 2 com o grupo 3, em tempos diferentes. Considerou-se que o grupo 2 tinha apresentado uma melhora se as variáveis dogrupo 1, que tiveram uma diferença estatisticamente significante com o grupo 3, não fossem estatisticamente diferentes do grupo com oclusão normal. Os resultados nas radiografias submentonianas demonstraram que as extrações assimétricas nas másoclusões de Classe II, subdivisãoacentuaram as diferenças nas posições ântero-posteriores direita e esquerda, dos primeiros molares superiores e inferiores, como esperado com estes protocolos de extrações. Não houve alterações esqueléticassignificantes que pudessem ser atribuídas às formas de tratamento investigadas e nem efeitos colaterais transversais com as mecânicas assimétricas empregadas. Também foi demonstrado que o tratamento da Classe II subdivisão com extraçõesassimétricas ) normaliza o posicionamento das linhas médias superior e inferior sem causar inclinação do plano oclusal ou de qualquer outro plano horizontal pesquisado, na análise da radiografia póstero-anterior. Portanto, concluiu-se que otratamento da Classe II, subdivisão com extrações assimétricas constitui uma modalidade terapêutica válida para a solução deste problema
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2000
  • Data da defesa: 10.04.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRUZ, Karina Santana; JANSON, Guilherme dos Reis Pereira. Avaliação das alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão por meio das radiografias submentoniana e póstero-anterior. 2000.Universidade de São Paulo, Bauru, 2000. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-19032005-102509/ >.
    • APA

      Cruz, K. S., & Janson, G. dos R. P. (2000). Avaliação das alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão por meio das radiografias submentoniana e póstero-anterior. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-19032005-102509/
    • NLM

      Cruz KS, Janson G dos RP. Avaliação das alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão por meio das radiografias submentoniana e póstero-anterior [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-19032005-102509/
    • Vancouver

      Cruz KS, Janson G dos RP. Avaliação das alterações dentoesqueléticas decorrentes do tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão por meio das radiografias submentoniana e póstero-anterior [Internet]. 2000 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-19032005-102509/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020