Exportar registro bibliográfico

Distribuição da pressão sonora no meato acústico externo (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: COUTO, CHRISTIANE MARQUES DO - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FGE
  • Subjects: ACÚSTICA; TOMOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: A distribuição da pressão sonora e da impedância ao longo do meato acústico externo humano foi calculada através de um algoritmo. A determinação da pressão sonora e da sua derivada ao longo do eixo curvilíneo foi obtida com base nodesenvolvimento da equação diferencial de movimento de Helmoltz, o que levou à revisão detalhada do modelo de Stinson (1985) e da contribuição de Webster (1919) para o cálculo da impedância acústica em diversos tipos de cornetas. Um amploconjunto de previsões da pressão e da impedância para freqüências até 8000 Hz é gerado, necessitando apenas efetuar uma determinação acurada da função de área A(s) das áreas das secções transversais ao longo do eixo curvado s que se estende pelomeato acústico externo com a origem situada na extremidade fechada próxima à membrana timpânica. Experimentalmente, foram obtidas as imagens de 21 cortes transversais utilizando a técnica de tomografia de raio X, sendo cada fatia aproximada àgeometria de uma corneta cônica. Essas fatias foram utilizadas nos cálculos efetuados. As previsões elaboradas para a pressão sonora para diferentes freqüências foram testadas experimentalmente através de medidas realizadas in situ, por toda aextensão do canal representado pelos sistemas de um cilindro uniforme de latão com uma secção transversal interna de 7,5 mm de diâmetro e com 25 mm de comprimento, fechado em uma extremidade e de uma réplica em acrílico do meato acústico externohumano elaborada por meio de processo demoldagem. Os resultados apresentaram boa concordância com nossas previsões. Algumas peculiaridades observadas nas previsões da impedância acústica puderam ser destacadas: (a) os valores das impedâncias aolongo do meato acústico externo dependem da particular impedância aplicada na entrada do meato acústico externo, onde se encontra o pavilhão auditivo; (b) sob condições normais, a impedância do meato acústico externo na região da membrana ) timpânica é igual a impedância da própria membrana timpânica para a freqüência em torno de 3000 Hz, condição de máxima sensibilidade auditiva; (c) na região próxima da membrana timpânica a impedância oscila em torno de um valorconstante antes de apresentar aumento aproximadamente linear à medida que s tende a zero, crescendo rapidamente ao infinito para pontos bem próximos da origem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COUTO, Christiane Marques; PONTUSCHKA, W. M. Distribuição da pressão sonora no meato acústico externo. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Couto, C. M., & Pontuschka, W. M. (2000). Distribuição da pressão sonora no meato acústico externo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Couto CM, Pontuschka WM. Distribuição da pressão sonora no meato acústico externo. 2000 ;
    • Vancouver

      Couto CM, Pontuschka WM. Distribuição da pressão sonora no meato acústico externo. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021