Exportar registro bibliográfico

A liderança no cotidiano da enfermagem hospitalar: entre luzes e sombras (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated author: ROZENDO, CELIA ALVES - ENFERM
  • School: ENFERM
  • Subject: ENFERMAGEM (PRATICA PROFISSIONAL)
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho é um estudo de caso cujo objetivo foi apreender a dinâmica do processo de liderança no cotidiano do trabalho em enfermagem, bem como a percepção que os sujeitos sociais que o vivenciam têm a este respeito. Buscou-se identificar nocontexto estudado os aspectos que envolvem a questão da liderança, procurando distingüi-la da gerência, sendo este o principal pressuposto a ponto de partida para a construção do problema de pesquisa, uma vez que, no mundo concreto do trabalho,o que usualmente denomina-se como liderança refere-se, na realidade, à gerência. Para dar conta desta distinção, aproprio-me dos conceitos de poder a violência em Hannah Arendt, associando o primeiro à liderança e o segundo à gerência. O estudofoi realizado em uma unidade de internação cirúrgica de um hospital universitário, obtendo-se os dados empíricos através da observação participante a de entrevistas semiestruturadas. Os dados foram analisados sob dois aspectos, quais sejam, oimaginário dos sujeitos e o seu concreto vivido. Em relação ao imaginário, percebeu-se que o fenômeno da liderança reporta a quatro lugares distintos, sendo que primeiramente se destaca o lugar da ambigüidade, à medida que ela se confunde comgerência a chefia; o segundo lugar é o da pertinência à natureza do ser, ou seja, é vista como algo inato, ainda que comporte aperfeiçoamento a aprendizado; um terceiro lugar é o dos atributos, isto é, das características a qualidades queidentificam tanto o fenômeno daliderança quanto os chamados líderes; e, finalmente, o quarto lugar da liderança é o de ser, no imaginàrio dos sujeitos pesquisados, o lugar das enfermeiras, sugerindo ser este um espaço a ser ocupado por sujeitosque detém autoridade formal para assumir o comando de grupos de enfermagem. Em relação ao segundo aspecto da análise, situado no concreto vívido dos sujeitos, apreendeu-se a dinâmica da liderança em enfermagem através de dois movimentos ) sendo o primeiro a mais visível aquele que evidencia a violência e a banalização desta no mundo do trabalho, aspectos esses que são mais visibilizados no espaço da gerência. O movimento menos visível está, por sua vez, situado noespaço da liderança a consubstancia-se através da resistência e do poder, entendendo este como a capacidade dos sujeitos atuarem em conjunto a em concerto. Pode-se dizer que a liderança não existe como um processo, mas evidencia-se através devestígios, sinais ou indícios deste fenômeno denominados neste trabalho como "luzes de liderança", muito relacionadas com a construção da autonomia dos sujeitos a com o exercício da alteridade nos grupos de trabalho. No contexto estudado,pode-se dizer que os sujeitos constróem, reconstróem a deslocam a todo momento esses conceitos a essas percepções a que a liderança só faz sentido ao ser exercida no espaço coletivo a em um processo que privilegie a dialogicidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.03.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROZENDO, Célia Alves; RIBAS-GOMES, Elizabeth Laus. A liderança no cotidiano da enfermagem hospitalar: entre luzes e sombras. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Rozendo, C. A., & Ribas-Gomes, E. L. (2000). A liderança no cotidiano da enfermagem hospitalar: entre luzes e sombras. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rozendo CA, Ribas-Gomes EL. A liderança no cotidiano da enfermagem hospitalar: entre luzes e sombras. 2000 ;
    • Vancouver

      Rozendo CA, Ribas-Gomes EL. A liderança no cotidiano da enfermagem hospitalar: entre luzes e sombras. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020