Exportar registro bibliográfico

De Avyakta a Sphota: o percurso analógico da composição nominal na construção de sentido do texto médico Caraka Samhita (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, ANTONIO CESAR RIBEIRO DEVESA DA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLL
  • Subjects: LINGUAS INDO-EUROPEIAS; SEMÂNTICA; LÍNGUA SÂNSCRITA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem por objetivo principal analisar o fenômeno da composição nominal, de acordo com as teorias da linguagem da índia antiga e conforme se manifesto no texto médico Carakasamhita, de Atreya, do qual se apresenta a tradução parao português do primeiro capitulo. Traça-se, para tanto, um percurso histórico das idéias lingüísticas da índia antiga, examinando-se as formas de pensamento e de expressão que revelam a visão indiana de mundo e que são expostas em obrasfundamentais da tradição gramatical paniniana e de filosofia da linguagem. Com vistas a situar o texto traduzido no universo dessas idéias, apresenta-se, primeiramente, um breve histórico sobre a medicina na Índia Antiga, ressaltando-se asteorias do Ayurveda e analisando-se o conteúdo do tratado Carakasamhita. Situa-se, então, o conceito de avyakta (o não manifesto), e discute-se sua influência na elaboração das teorias posteriores sobre o sphota (unidade indivisível de expressãoe significado), fundamental para compreender-se o fenômeno lingüístico da composição nominal no sânscrito (samasa), sobretudo como processo semântico na construção de sentido. Examina-se com especial atenção o conceito de sphota e expõem-se asidéias do lingüísta Bhartrhari (séc. VI d.C., aproximadamente), que, na obra Vakyapadiya, define a frase como unidade mínima de significação, utilizando-se, para isso, do conceito de sphotavakya. Dá-se ênfase, então, ao conceito de samasa eapresenta-se, principalmente de acordocom a nomenclatura adotada pelos gramáticos da tradição paniniana, uma minuciosa classificação dos compostos nominais presentes no capítulo traduzido do Carakasamhita. Salienta-se a formação dos compostosanômalos do sânscrito, apontando-se os que se apresentam naquele texto. Insiste-se, enfim, na idéia de que, por meio ) do fenômeno lingüístico da composição nominal, revela-se a forma genuína de expressão do pensamento analógico-sintático, característica fundamental da cultura indiana de expressão sânscrita
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.04.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Antonio Cesar Ribeiro Devesa da; VARGAS, Maria Valíria Aderson de Mello. De Avyakta a Sphota: o percurso analógico da composição nominal na construção de sentido do texto médico Caraka Samhita. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Silva, A. C. R. D. da, & Vargas, M. V. A. de M. (2000). De Avyakta a Sphota: o percurso analógico da composição nominal na construção de sentido do texto médico Caraka Samhita. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva ACRD da, Vargas MVA de M. De Avyakta a Sphota: o percurso analógico da composição nominal na construção de sentido do texto médico Caraka Samhita. 2000 ;
    • Vancouver

      Silva ACRD da, Vargas MVA de M. De Avyakta a Sphota: o percurso analógico da composição nominal na construção de sentido do texto médico Caraka Samhita. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021