Exportar registro bibliográfico

Estudo das lesões articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artrite viral em Gallus gallus (LINNAEUS, 1758) (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, SIMONE BERTOZI DE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: PATOLOGIA; AVES DOMÉSTICAS
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de realizar o estudo da cinética das alterações articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artite viral, inoculou-se 55 pintos de corte (linhagem Hubbard) de 1 dia de idade com 0.1ml (10'POT.4.8' DICC'ANT.50'/0.05ml) da amostra de reovírus (S-1133) no coxim plantar, 55 pintos com 0.5ml (10'POT.6.5'DICC'ANT.50'/0.05ml) por via oral e manteve-se um grupo de 55 pintos, não inoculados, como grupo controle. Sacrificou-se as aves nos períodos de 24, 48 e 72 horas, e semanalmente da primeira até a oitava semana após a inoculação viral, colhendo-se durante a necropsia, fragmentos da articulação tibiotársica, miocárdio, baço, fígado, intestinos e bursa de Fabrícius para exame histopatológico, realizando-se coloração pela Hematoxilina e Eosina. Colheu-se fragmentos de baço, médula óssea e tendões para isolamento viral, na segunda e oitava semana pós-inoculação. As primeiras alterações inflamatórias apareceram no coxim plantar 24 horas após a inoculação e na articulação tibiotársica observou-se infiltrado inflamatório misto nas bainhas tendinosas, uma semana pós-inoculação; formação folículos linfóides, fibroplasia e hiperplasia de células da membrana sinovial a partir da segunda até a oitava semana pós-inoculação. Isolou-se o retovírus da médula óssea, baço e tendões de aves dos dois grupos inoculados, duas semanas pós-inoculação e do baço e tendões de aves inoculadas no coxim plantar na oitava semana pós-inoculação. No miocárdio, observou-semiocardite intersticial 48 horas pós-inoculação, miocardite necrótica e pericardite na primeira semana após a inoculação. Observou-se a presença de folículos linfóides no pericárdio, na segunda semana após a inoculação e uma diminuição na celularidade e espessamento fibroso do pericárdio em períodos subseqüentes até a oitava semana. Observou-se 72 horas após a inoculação infiltrado inflamatório misto no fígado, degeneração vacuolar e necrose dos hepatócitos ) na primeira semana pós-inoculação; tecido linfóide ativo e infiltrado heterofílico na segunda semana persistindo até o final do experimento. Verificou-se necrose progressiva do tecido esplênico de 48 horas até a primeira semana após a inoculação e a partir da segunda semana observou-se hiperplasia de folículos linfóides esplênico. As alterações articulares e viscerais foram similares ocorrendo simultaneamente nos dois grupos inoculados. As lesões foram mais severas e a persistência viral foi maior no grupo inoculado do coxim plantar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.06.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Simone Bertozi de; BOTTINO, José Américo. Estudo das lesões articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artrite viral em Gallus gallus (LINNAEUS, 1758). 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Souza, S. B. de, & Bottino, J. A. (1999). Estudo das lesões articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artrite viral em Gallus gallus (LINNAEUS, 1758). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Souza SB de, Bottino JA. Estudo das lesões articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artrite viral em Gallus gallus (LINNAEUS, 1758). 1999 ;
    • Vancouver

      Souza SB de, Bottino JA. Estudo das lesões articulares e viscerais induzidas pelo reovírus na artrite viral em Gallus gallus (LINNAEUS, 1758). 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021