Exportar registro bibliográfico

Efeito do manejo da água de drenagem na adaptação fisiomorfológica de plantas mesófitas ao encharcamento (2000)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CALHEIROS, RINALDO DE OLIVEIRA - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LER
  • Subjects: PLANTAS CULTIVADAS (FISIOLOGIA); CEREAIS; DRENAGEM AGRÍCOLA; HORTICULTURA; FEIJÃO; TRIGO
  • Language: Português
  • Abstract: Estudou-se o efeito de três manejos do lençol freático na indução de adaptações fisio-morfológicas à hipoxia de duas culturas, uma representando as gramíneas, utilizando-se os trigos Triticum aestivum L. e Triticum durum L, e, seqüencialmente,uma leguminosa, utilizando-se o Phaseolus vulgaris, L, caracterizando e inferindo-se a influência relativa dos principais fatores físicos e biológicos interferentes. O experimento foi conduzido na ESALQ/USP, Piracicaba, SP, simulando-se o máximoum meio fisico/condição natural de uma várzea. Com o trigo, após a indução no período vegetativo através de períodos hipóxicos com duração progressiva, a eficiência dos manejos foi forçada à manifestar-se através de inundação permanenteincluindo o florescimento/formação de grãos. Os resultados apontam que o potencial de água na folha foi afetado pela completa submergência da parte subterrânea, já em sua menor duração, não havendo, porém, correspondência com a manifestaçãofenotípica da cultura; a resposta diferenciada de exigência nutricional e/ou capacidade extração entre as duas espécies sob hipoxia indica que o sucesso produtivo do trigo sob hipoxia pode vir a ser condicionado à estudos específicos sobre suasexigências especificas e, consequentemente, à um plano de fertilização mais ajustado; a adubação foliar não contribuiu para suprir as deficiências nutricionais da planta decorrentes da limitação na absorção via sistema radicular, causada pelahipoxia no solo ou, se o fez, foide forma insuficiente, sugerindo-se estudos específicos; a resistividade estomática mostrou-se o parâmetro de maior sensibilidade na planta de trigo sob encharcamento; os manejos empregando curtos períodos dehipoxia induziram adaptações fisio-morfológicas tais que permitiram a sobrevivência das plantas mesmo sob encharcamento contínuo por mais de 50 dias. Essas, porém, não o foram na intensidade ou eficiência que resultassem parâmetros de produção ) parâmetros de produção num nível adequado; o manejo do lençol freático mantido a 15 cm de profundidade durante todo o ciclo fenológico foi o que propiciou melhor performance do trigo; a submergência intermitente mostrou-se altamenteprejudicial, com o efeito intensificando-se com o aumento da freqüência da submersão, não sustentando a tese da transmissividade ou acúmulo de induções adaptativas. No feijão, também estudou-se o efeito de três manejos do lençol freáticoutilizando-se a cultivar Bat 477. Após a indução no período vegetativo, a eficiência dos manejos foi forçada à manifestar-se através de inundação temporária no fim do florescimento/formação de vagens. Os parâmetros biométricos de crescimento,embora acusando prejuízo da hipoxia, evidenciaram a utilização pela planta de mecanismos adaptativos morfológicos (raízes adventícias e lenticelas), biológicos (fixação de N) e fisiomorfológicos (resistividade estomática e transpiração); osparâmetros biométricos de produção mostraram que os manejoscom o lençol freático mantido a 15 cm e com sua elevação gradual foram efetivos, permitindo à planta completar seu ciclo, além de resultar menor comprometimento da qualidade de grãos;em plantas submetidas à hipoxia, o estudo da modulação só será completo se respeitar a dinâmica de emissão de raízes adventícias, dado a gradativa substituição de raízes normais pelas adventícias; a alternância de vantagens relativas nosparâmetros biométricos de colheita entre os manejos de lençol estabilizado a 15 cm e com elevação gradativa resultando na não diferença estatística no rendimento de grãos, leva-se à recomendação do uso de cultivares de ciclo mais longo nessetipo de estudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.02.2000
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALHEIROS, Rinaldo de Oliveira; CRUCIANI, Décio Eugênio. Efeito do manejo da água de drenagem na adaptação fisiomorfológica de plantas mesófitas ao encharcamento. 2000.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20200111-145057/ >.
    • APA

      Calheiros, R. de O., & Cruciani, D. E. (2000). Efeito do manejo da água de drenagem na adaptação fisiomorfológica de plantas mesófitas ao encharcamento. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20200111-145057/
    • NLM

      Calheiros R de O, Cruciani DE. Efeito do manejo da água de drenagem na adaptação fisiomorfológica de plantas mesófitas ao encharcamento [Internet]. 2000 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20200111-145057/
    • Vancouver

      Calheiros R de O, Cruciani DE. Efeito do manejo da água de drenagem na adaptação fisiomorfológica de plantas mesófitas ao encharcamento [Internet]. 2000 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20200111-145057/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020