Exportar registro bibliográfico

Pesquisa de anticorpos anti-Bartonella henselae e anti-Bartonella quintana em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, através da técnica de imunofluorescência indireta (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOUREIRO, VALÉRIA DE SOUZA - FMVZ
  • Unidades: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: CLÍNICA VETERINÁRIA; IMUNOFLUORESCÊNCIA EM ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Foram analisadas 200 soros de felinos domiciliados na cidade de São Paulo no período de janeiro de 1996 até dezembro de 1997. A metade deles era saudável e a outra metade era composta por animais atendidos no Ambulatório do Hospital Veterinário da USP. Os animais foram divididos em 4 grupos baseados em sua faixa etária: animais de até 6 meses de idade, animais de 7 a 12 meses, animais de 1 a 2 anos e animais com mais de 2 anos de idade. O objetivo foi o de avaliar a presença de anticorpos IgG anti- Bartonella henselea e anti-Bartonella quintana nos quatro grupos de animais, bem como a relação entre o encontro desses anticorpos e o sexo ou o estado de higidez dos felinos. Foi utilizada a técnica de Imunofluorescência Indireta, segundo o Centro de Referências para Rickettsioses de Marselha, na França. Foi encontrada prevalência de 16% para Bartonella henselae e de 26,5% para Bartonella quintana. Quando analisadas as diversas faixas etárias observou-se que, para Bartonella henselae, o número de animais regentes na faixa etária de 7 a 12 meses era significativamente maior do que os encontrados nas faixas etárias superiores, e que para Bartonella quintana as maiores frequências de felinos para Bartonella henselae, o número de animais reagentes na faixa etária de 7 a 12 meses era significativamente maior do que os encontrados nas faixas etárias superiores, e que para Bartonella quintana as maiores frequências de felinos reagentes foram observadas nas faixas etáriasinferiores. Não houve diferença entre os sexos, ou entre animais hígidos ou doentes. Concluiu-se que a infecção nos felinos se dá nas faixas etárias mais jovens com o desenvolvimento de anticorpos humorais, que diminuem conforme o aumento da idade dos animais, e que o paralelismo encontrado entre as reações positivas à Bartonella henselae e à Bartonella quintana indica possível reação-cruzada entre as duas espécies de Bartonella
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOUREIRO, Valéria de Souza; HAGIWARA, Mitika Kuribayashi. Pesquisa de anticorpos anti-Bartonella henselae e anti-Bartonella quintana em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, através da técnica de imunofluorescência indireta. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Loureiro, V. de S., & Hagiwara, M. K. (1999). Pesquisa de anticorpos anti-Bartonella henselae e anti-Bartonella quintana em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, através da técnica de imunofluorescência indireta. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Loureiro V de S, Hagiwara MK. Pesquisa de anticorpos anti-Bartonella henselae e anti-Bartonella quintana em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, através da técnica de imunofluorescência indireta. 1999 ;
    • Vancouver

      Loureiro V de S, Hagiwara MK. Pesquisa de anticorpos anti-Bartonella henselae e anti-Bartonella quintana em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, através da técnica de imunofluorescência indireta. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020