Exportar registro bibliográfico

Estudo da contribuição da eletrocardiografia para concessão de benefícios previdenciários durante o ano de 1995, na região de Ribeirão Preto-SP (2000)

  • Authors:
  • Autor USP: CESARINO, EVANDRO JOSE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RMS
  • Assunto: MEDICINA PREVENTIVA
  • Language: Português
  • Abstract: A importância social e econômica das doenças cardiovasculares (DCV) decorre do fato de constituírem fonte importante de gastos com consultas médicas, internações, atendimentos de emergência, benefícios previdenciários e medicações de açãocardiovascular. O eletrocardiograma (ECG) é um método diagnóstico de ampla disponibilidade, facilidade de execução, baixo custo operacional, reprodutível a qualquer momento, constituindo-se no passo seguinte ao término do exame físico dopaciente com suspeita clínica de cardiopatia. Existem poucos estudos na literatura, que analisam a importância da eletrocardiografia na avaliação de indivíduos submetidos a pericias médicas com a finalidade específica de obtenção de algumbenefíco social. O objetivo deste trabalho é estudar a contribuição da eletrocardiografia na decisão para concessão ou não de benefícios previdenciários na Região de Ribeirão Preto - SP, durante o ano de 1995, bem como identificar as principaismoléstias, características médico-previdenciárias, principais benefícios concedidos ou indeferidos, principais causas de afastamento do trabalho e principais ocupações. A casuística foi constituída pela análise minuciosa dos prontuários de todosindivíduos, de ambos os sexos, que foram submetidos a pelo menos um ECG convencional de 12 derivações, durante o ano de 1995, oriundos de 18 municípios da Região de Ribeirão Preto - SP, solicitado pelo Grupamento Médico Pericial do InstitutoNacional de SeguridadeSocial (GMPINSS), localizado em Ribeirão Preto - SP. O número de indivíduos estudados foi de trezentos e quarenta e seis, havendo uma perda de 55 indivíduos, devido à não-localização dos prontuários, totalizando 291indivíduos. O modelo de estudo foi observacional, descritivo, do tipo tranversal. Todos os eletrocardiogramas foram realizados e interpretados apenas pelo investigador, sendo que este não dispunha de nenhuma informação clínica dos indivíduosestudados. ) O instrumento padrão foi constiuído por uma ficha epidemiológica com 50 variáveis, utilizado somente pelo investigador. As principais ocupações foram os trabalhadores de serventia (34,70% do total), rurícolas (16,84% do total) etrabalhadores braçais não qualificados (15,12% do total); os diagnósticos principais mais freqüentes foram Doença Cardíaca Hipertensiva não-especificada, se maligna ou benigna (21,99%) e Hipertensão Essencial não-especificada, se maligna oubenigna (18,90%); 226 indivíduos, 81,11% do total de indivíduos eram hipertensos (PA '> OU =' 140 x 90 mmHg), com predomínio do sexo feminino; a incapacidade esteve presente em 217 indivíduos, 74,57% do total de indivíduos); a invalidez estevepresente em 186 indivíduos (63,92% do total); as principais causas de afastamento do trabalho foram a Hipertensão Essencial não-especificada, se maligna ou benigna (24,05%) a Dispnéia e Outras Alterações Respiratórias (21,31%); o exame físico doaparelho circulatório esteve alterado em 232 indivíduos, (79,73%do total); os benefícios foram concedidos para a maioria dos indivíduos (225 indivíduos, 77,32% do total), sendo cessados em 169 indivíduos (58,08% do total); a conclusão final doECG esteve alterado na maioria dos indivíduos (247 indivíduos, 84,88% do total); o ritmo cardíaco predominante foi o sinusal em 279 indivíduo (95,88% do total); as alterações difusas da repolarização ventricular foram as principais alterações darepolarização ventricular encontradas (74 indivíduos, 25,43% do total); a sobrecarga do ventrículo esquerdo (SVE) foi o aumento de câmara cardíaca mais freqüente (26 indivíduos, 8,93% do total); a taquicardia sinusal foi a arritmia cardíaca maisencontrada (41 indivíduos, 14,09% do total); a área eletricamente inativa em parede anteroseptal e anteroapical ocorreram em 27 indivíduos (9,28% do total) e 53 indivíduos, 18,25% do total de indivíduos tinham o diagnóstico de ) Doença Cardíaca Hipertensiva não especificada, se maligna ou benigna, sem SVE. Concluímos que o ECG apresentou elevada sensibilidade e valor preditivo positivo, porém, baixa especificidade e valor preditivo negativo nas diversasvariáveis estudadas, para as prevalências real e aparentes trabalhadas, porém, quando adequadamente utilizado, constitui-se ainda num valioso instrumento para auxiliar na decisão de concessão de benefícios previdenciários
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.02.2000

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CESARINO, Evandro José; FRANCO, Antônio Ribeiro. Estudo da contribuição da eletrocardiografia para concessão de benefícios previdenciários durante o ano de 1995, na região de Ribeirão Preto-SP. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Cesarino, E. J., & Franco, A. R. (2000). Estudo da contribuição da eletrocardiografia para concessão de benefícios previdenciários durante o ano de 1995, na região de Ribeirão Preto-SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Cesarino EJ, Franco AR. Estudo da contribuição da eletrocardiografia para concessão de benefícios previdenciários durante o ano de 1995, na região de Ribeirão Preto-SP. 2000 ;
    • Vancouver

      Cesarino EJ, Franco AR. Estudo da contribuição da eletrocardiografia para concessão de benefícios previdenciários durante o ano de 1995, na região de Ribeirão Preto-SP. 2000 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020