Exportar registro bibliográfico

Repensando a nova direita: subsídios para compreensão do apoio a candidatos de direita no município de São Paulo de 1988 a 1996 (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, MARIA TERESA GONZAGA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FSL
  • Subjects: SOCIOLOGIA; POLÍTICA; PARTIDOS POLÍTICOS (PROCESSO POLÍTICO)
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho oferece subsídios para a compreensão do voto de direita na cidade de São Paulo, que cresceu continuamente de 1988 a 1996. Este fenômeno, guardada as particularidades locais, se inscreve na tendência mundial de renovação da direita observada nos países capitalistas avançados, desde meados dos anos 70, e no Brasil, a partir do final dos anos 80. Com base na bibliografia internacional, foram identificados alguns contextos em que o termo "nova direita" aparece, os seus respectivos conteúdos e estabelecidas distinções entre eles. A partir desta referência, algumas idéias-chaves sobre a nova direita foram construídas e serviram de referência para analisar a revitalização da direita no Brasil e especificamente na cidade de São Paulo. A direita no Brasil é um fenômeno plural. Até meados dos anos 80, a clivagem básica entre a direita e esquerda era definida entre os defensores do regime militar à direita e da redemocratização à esquerda. A partir da Nova República, novas clivagens surgiram, sendo possível identificar pelo menos uma direita mais ideológica, portadora de um discurso conservador coerentemente articulado e inspirado na agenda neoliberal, em geral com base social entre os estratos mais ricos da sociedade, ao lado de uma direita mais personalista e clientelista, que mobiliza os setores populares mais por temas morais do que políticos. O sucesso eleitoral da direita na cidade de São Paulo parece estar associado a sua capacidade de se renovar e fazercoincidir os seus interesses com as demandas específicas destas bases sociais. Esta hipótese foi testada a partir de surveys realizados na cidade de São Paulo em 1993 e 1995. Os resultados da primeira pesquisa indicam que os conteúdos da direita mais programática são mais associados aos estratos sociais mais ricos que, em geral, apoiam os programas neoliberais e são antiesquerda; e entre os setores mais pobres há maior afeição com os temas ligados à ) moralidade e ao autoritarismo, mas também ao estatismo. Estas clivagens estiveram associadas à direção do voto na eleição presidencial de 1989, sugerindo que o eleitor é sensível ao debate ideológico. Os dados da pesquisa de 1995 indicam que alguns temas da agenda neoliberal encontram-se bem mais disseminados por todos os estratos sociais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.11.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Maria Teresa Gonzaga; PIERUCCI, Antônio Flávio de Oliveira. Repensando a nova direita: subsídios para compreensão do apoio a candidatos de direita no município de São Paulo de 1988 a 1996. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Alves, M. T. G., & Pierucci, A. F. de O. (1999). Repensando a nova direita: subsídios para compreensão do apoio a candidatos de direita no município de São Paulo de 1988 a 1996. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Alves MTG, Pierucci AF de O. Repensando a nova direita: subsídios para compreensão do apoio a candidatos de direita no município de São Paulo de 1988 a 1996. 1999 ;
    • Vancouver

      Alves MTG, Pierucci AF de O. Repensando a nova direita: subsídios para compreensão do apoio a candidatos de direita no município de São Paulo de 1988 a 1996. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021