Exportar registro bibliográfico

Correlação entre parâmetros clínico laboratoriais e achados imunológicos do soro e do lavado bronco-alveolar em pacientes com formas polares de paracoccidioidomicose (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: SALES, LUCIA HELENA MESSIAS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Assunto: MEDICINA INTERNA
  • Language: Português
  • Abstract: Elucidação da cascata imunológica envolvida nessa micose necessita maiores estudos. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudados 21 pacientes portadores de Pb doença e 4 pacientes portadores da forma residual da Pb. Determinação da quantidadedeirterleucinas (IL) presentes no soro a no lavado bronco-alveolar (LBA) foi realizada com a utilização de kits de ELISA para IL-2, IL-4, IL-5, IL-8, IL-10, TNF-a a IFNjy. Determinação das citocinas em células do LBA pela imunocitoquímica foirealizada utilizando-se anticorpos monoclonais com especificidade para IL-2, IL-5, IL-8, IL-10, TNF a e IFN-jy. Sorologia foi quantificada em todos os pacientes; radiografia de tórax em PA a Perfil foi também efetuada em todos os casos. 0 númerode fungos não foi pesquisado. RESULTADO: No soro, pela técnica ELISA, estiveram significativamente elevados os valores de IL-4, IL-5 a IL-8 nos pacientes com a Pb doença. IFN-y esteve presente tanto na Pb doença quanto na forma residual da Pb.Valores de IL-10 a TNF-a não diferiram, estatisticamente entre pacientes com a doença e a forma residual da Pb (p=0,07). Pela técnica ELISA no LBA, realizada apenas em amostras de pacientes com a Pb doença, pareceu haver uma tendência na relaçãoentre níveis elevados de IL-8 e a presença de lesão pulmonar radiológica. Pela imunocitoquímica, realizada em amostras de LBA de pacientes com a Pb doença, houve marcação para as citocinas IL-5, IL-10, IL-2, IFN-y, IL-8 a TFN-a, nos pacientescom doença na formacrônica, ao contrário do que ocorreu nos pacientes com a forma aguda. CONCLUSÃO: Os achados sugeriram importante mediação de citocinas na paracoccidioidomicose, com padrão de resposta ThO ou Th2 na Pb doença a possívelparticipação da IL-8 na lesão pulmonar, bem como reforçou a idéia da participação da IL-10 na resposta imune humoral desencadeada pelo fungo em detrimento da celular; o IFNJy teve, provavelmente, ação determinante no controle da infecção pelo P. ) brasiliensis a possivelmente ação sinérgica com o TNF~c na defesa contra o fungo. Faz-se necessário confirmação dos resultados em maior número de pacientes. A imunocitoquímica pareceu ser melhor que a técnica de ELISA para a análisedas citocinas liberadas no LBA em pacientes com a forma crônica da doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.11.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALES, Lúcia Helena Messias; MANÇO, José Carlos. Correlação entre parâmetros clínico laboratoriais e achados imunológicos do soro e do lavado bronco-alveolar em pacientes com formas polares de paracoccidioidomicose. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Sales, L. H. M., & Manço, J. C. (1999). Correlação entre parâmetros clínico laboratoriais e achados imunológicos do soro e do lavado bronco-alveolar em pacientes com formas polares de paracoccidioidomicose. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sales LHM, Manço JC. Correlação entre parâmetros clínico laboratoriais e achados imunológicos do soro e do lavado bronco-alveolar em pacientes com formas polares de paracoccidioidomicose. 1999 ;
    • Vancouver

      Sales LHM, Manço JC. Correlação entre parâmetros clínico laboratoriais e achados imunológicos do soro e do lavado bronco-alveolar em pacientes com formas polares de paracoccidioidomicose. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020