Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Promoção de saúde: uma experiência baseada na antroposofia; o caso da favela Monte Azul (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: AZEVEDO, CARMEM SÍLVIA CARMONA DE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • DOI: 10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201
  • Assunto: SERVIÇOS DE SAÚDE (ADMINISTRAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo. Analisar a Associação Comunitária Monte Azul (ACOMA), uma organização não governamental (ONG), quanto ao referencial teórico verificando se suas estratégias de Promoção Humana, promovem Saúde. Métodos. Análise institucional, metodologia de pesquisa qualitativa, de base empírica, que é pesquisa e intervenção. Fontes de dados. a) Estudo do referencial teórico da ACOMA; b) Acompanhamento e observação do cotidiano do berçário e das creches da ACOMA; c) Realização de entrevistas semi-estruturadas e grupos focais com os pais das crianças atendidas pela ACOMA; "mães de creche"; dirigentes e colaboradores envolvidos na coordenação pedagógica e na assistência médica. Resultados. A revisão da literatura acerca da Antroposofia, fundada por Steiner (1861 -1925), permitiu o entendimento do modelo teórico das atividades da ACOMA. A análise do cotidiano do berçário e das creches da ACOMA revela a reprodução na prática, das idéias pedagógicas baseadas na antroposofia e que esta é promotora de saúde. A Análise dos conteúdos dos enunciados dos dirigentes, coordenadores pedagógicos e médicos pediatras revela que possuem um conceito amplo de saúde, baseado na antroposofia, não identificando saúde com "ausência de doenças". As atividades desenvolvidas por eles para as crianças são promotoras de saúde. Falha apontada: ausência de um trabalho com os pais das crianças. As "mães de creche", incorporaram as idéias da antroposofia a ponto de transformarem sua prática diária, com desenvolvimento da autoestima e autonomia. Entretanto, reproduzem as relações autoritárias ou de submissão predominantes na sociedade, com seus pares. Os pais das crianças não revelam consciência acerca da filosofia que orienta os serviços prestados pela A COMA, sendo saúde "ausência de doença".Conclusões. As idéias antroposóficas foram compreendidas e adotadas, sendo as ações coerentes com a mesma. A ACOMA é uma ONG que com tal filosofia e prática, se revela um agente promotor de saúde.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.1999
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AZEVEDO, Carmem Silvia Carmona; WESTPHAL, Márcia Faria. Promoção de saúde: uma experiência baseada na antroposofia; o caso da favela Monte Azul. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201 > DOI: 10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201.
    • APA

      Azevedo, C. S. C., & Westphal, M. F. (1999). Promoção de saúde: uma experiência baseada na antroposofia; o caso da favela Monte Azul. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201
    • NLM

      Azevedo CSC, Westphal MF. Promoção de saúde: uma experiência baseada na antroposofia; o caso da favela Monte Azul [Internet]. 1999 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201
    • Vancouver

      Azevedo CSC, Westphal MF. Promoção de saúde: uma experiência baseada na antroposofia; o caso da favela Monte Azul [Internet]. 1999 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2020.tde-24032020-123201


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021