Exportar registro bibliográfico

Caracterização morfogenética de populações de metipona compressipes fasciculata smith (Hymenoptera, Apidae), em diferentes ecossistemas do estado do Maranhão (Brasil) (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BEZERRA, JOSÉ MAURÍCIO DIAS - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGM
  • Subjects: GENÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Pelo fato de estar localizado numa área de transição, softendo influências das regiões Norte, Nordeste a Centro Oeste, o Maranhão é, entre os Estados da Federação, um dos que possuem grande número de ecossistemas, tais como: restinga, manguesal, cocal, caatinga, floresta tropical úmida, floresta tropical seca, cerrado, campos rupestres e campos alagados. Possuindo uma ampla distribuição em todo o Estado, encontramos nesses diferentes ecossistemas a abelha mais conhecida a criada pela população local, a Melipona compressipes fasciculata, que é popularmente denominada "tiúba". Este trabalho teve por objetivo caracterizar a variação morfogenética em 16 populações locais de M. compressipes fasciculata - por meio da regiãomitocondrial. entre os genes COI a COII, da região 16S do mtDNA a de 13 medidas morfométricas da asa - distribuídas em sete diferentes ecossistemas naturais do Estado do MaranhãoBrasil. Foram analisadas 90 colônias para o estudo do intDNA t 120colônias para o estudo da morfometria da asa. Os resultados indicam a ausência da região intergênica COI a COII, tal como a encontrada em Apis mellifera, e a presença de três grupos, oeste (W), leste (L) e centro-oeste (K), discriminados pelaregião 16S do mtDNA, por meio do SSCP. O seqüenciamento da região 16S dos três grupos observados sugere que o grupo W é o mais primitivo em relação aos outros dois. A análise morfométrica univariada das 16 populações amostradas revelouumatendência de associação entre a morfologia da asa a as longitudes. Quando essas populações foram discriminadas em três grupos distintos (K, L e W) caracterizados pela região 16S do mtDNA ou em cinco grupos discriminados de acordo com a proximidade geográfica (A, B, C, D e F), verifica-se uma diferença significativa, pelo teste F, entre as medidas morfométricas da asa e esses grupos. A análise multivariada dos componentes principais mostrou que as variáveis D 13 (raiz quadrada da área ) área da asa) a D3 (comprimento da região anterior da extremidade distal da asa) são as que mais determinam tamanho (CP1) a forma (CP-2), respectivamente, indicando também que é possível caracterizar morfologicamente as populações locais, tanto por meio da região 16S do mtDNA como por meio da proximidade geográfica, mostrando que as populações de M. compressipes fasciculata da região central do Maranhão são as que compartilham a maior parte de sua variação com todas as outras populações locais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.11.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEZERRA, José Maurício Dias; KERR, Warwick Estevam. Caracterização morfogenética de populações de metipona compressipes fasciculata smith (Hymenoptera, Apidae), em diferentes ecossistemas do estado do Maranhão (Brasil). 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Bezerra, J. M. D., & Kerr, W. E. (1999). Caracterização morfogenética de populações de metipona compressipes fasciculata smith (Hymenoptera, Apidae), em diferentes ecossistemas do estado do Maranhão (Brasil). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Bezerra JMD, Kerr WE. Caracterização morfogenética de populações de metipona compressipes fasciculata smith (Hymenoptera, Apidae), em diferentes ecossistemas do estado do Maranhão (Brasil). 1999 ;
    • Vancouver

      Bezerra JMD, Kerr WE. Caracterização morfogenética de populações de metipona compressipes fasciculata smith (Hymenoptera, Apidae), em diferentes ecossistemas do estado do Maranhão (Brasil). 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020