Exportar registro bibliográfico

Influência do 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O sobre o processo de produção de clínquer de cimento portland (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: BARROS, ALEXANDRE MARTINS - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: CLÍNQUER; CIMENTO PORTLAND
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese tem por objetivos determinar o comportamento dos óxidos de 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O puros e na presença de cloretos no processo de produção do clínquer de cimento portland, com vistas ao co-processamento deresíduos contendo esses compostos e a avaliação do clínquer produzido do ponto de vista da sua interação com o meio ambiente. A composição da mistura usada nesse trabalho foi planejada de forma a que se assemelhasse à composição de uma farinhausada em um forno de cimento real. Assim, através das relações de Bogue foi planejada uma mistura que apresentasse a seguinte proporções das fases constituintes do clínquer: 65% 'C IND.3'S; 15% 'C IND.2'S; 10% 'C IND.3'A; 10% 'C IND.4'AF. À essa"farinha" produzida foram adicionados 0,05 ; 0,10 ; 0,30 ; 0,50 ; 0,80 e 1,00 % dos óxidos contaminantes, e para as amostras de 0,80% ainda foram preparadas adições de 'NA''CL' e K'CL' para avaliar o efeito de adições de cloretos. Foramfabricados briquetes com essas misturas que foram submetidos à ciclo de aquecimento de '15 GRAUS'C/min até '1450 GRAUS'C em forno de simulação. Os processos de clinquerização foram caracterizados por técnicas de análise térmica como análisetermogravimétrica (TG/DTG) e análise térmica diferêncial (DTA). A incorporação dos óxidos foi avaliada tanto pela curva TG, como pela quantidade de contaminante presente no clínquer produzido determinada por fluorescência deraios-X. Aestabilidade da incorporação foi avaliada por ensaios de lixiviação conforme a norma NBR 10.005. Os resultados mostram que todas as adições de 'CR IND.2''O IND.3', 'NI'O e 'ZN'O apresentaram, durante o ciclo de aquecimento, índice de 100% deincorporação. As amostras de 'PB'O e 'CD'O apresentaram evaporação durante o ciclo de aquecimento. As amostras de 'PB'O apresentaram 100% de incorporação para a adição de 0,05% 'PB'O, acima desse teor a incorporação cai até 50% para amostras até1,00% ) 'PB'O. O CdO apresentou incorporação de 100% para adições de até 0,30% 'CD'O, e para teores acima de 0,50% 'CD'O a incorporação cai para 50% até adição de 1,00% 'CD'O. A avaliação da toxidade pelos ensaios de lixiviação mostram queo clínquer produzido efetivamente incorpora os óxidos adicionados, ficando os mesmos totalmente inertes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, Alexandre Martins; TENÓRIO, Jorge Alberto Soares. Influência do 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O sobre o processo de produção de clínquer de cimento portland. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Barros, A. M., & Tenório, J. A. S. (1999). Influência do 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O sobre o processo de produção de clínquer de cimento portland. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Barros AM, Tenório JAS. Influência do 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O sobre o processo de produção de clínquer de cimento portland. 1999 ;
    • Vancouver

      Barros AM, Tenório JAS. Influência do 'CD'O, 'Cr IND.2''O IND.3', 'NI'O, 'PB'O e 'ZN'O sobre o processo de produção de clínquer de cimento portland. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021