Exportar registro bibliográfico

Estudo de revestimentos por aspersão térmica de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: PIRES, PAULO CELSO - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: METALIZAÇÃO; REVESTIMENTOS; DESGASTE
  • Language: Português
  • Abstract: O avanço tecnológico aumenta a necessidade do desenvolvimento de materiais e processos capazes de permitir a fabricação de componentes que atendam características muito específicas. Dentre estas, tem ganho bastante importância a capacidade de resistir aos diversos tipos de desgaste. Existem diferentes processos de aspersão que alteram as características das superfícies. Neste trabalho foram realizadas projeções utilizando-se um pó de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C pelos processos de aspersão à chama e aspersão hipersônica (HVOF). Verificou-se a influência dos parâmetros de processo no tamanho das partículas do pó durante o vôo, a composição química, a dureza superficial dos revestimentos, a dureza aparente do par revestimento/substrato além dos ensaios resistência ao desgaste abrasivo, utilizando-se o ensaio de areia seca e roda de borracha (ASTM G 65-81). O revestimento obtido por aspersão à chama foi posteriormente fundido, caracterizado e comparado como os outros depósitos. Os resultados mostraram que o diâmetro médio das partículas de pó varia durante seu vôo, para o processo à chama, alterando a distribuição granulométrica do pó. Esta variação depende da velocidade e do tempo de vôo. Da mesma maneira foi verificado que a composição química as partículas se alterou durante a projeção, influindo tanto na dureza como na resistência ao desgaste abrasivo. Esta alteração deveu-se a reações heterogêneas com os gases presentes na atmosfera do processo de aspersão. No caso deaspersão à chama houve perda de todos os elementos de liga e ganho no oxigênio e nitrogênio. Por outro lado, no processo HVOF o teor de carbono aumentou enquanto os demais elementos de liga apresentaram uma perda menor que no processo à chama. O aumento de oxigênio e nitrogênio por sua vez foi menor. Devido a essas modificações o processo HVOF apresentou um desempenho muito próximo ao processo à chama com fusão posterior. A velocidade das ) partículas, tempo de vôo e tipo de processo de aspersão utilizado influem diretamente na composição e microestruturados depósitos. Estes dois fatores são determinantes para a resistência do revestimento ao desgaste abrasivo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIRES, Paulo Celso; BRANDI, Sérgio Duarte. Estudo de revestimentos por aspersão térmica de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Pires, P. C., & Brandi, S. D. (1999). Estudo de revestimentos por aspersão térmica de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pires PC, Brandi SD. Estudo de revestimentos por aspersão térmica de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C. 1999 ;
    • Vancouver

      Pires PC, Brandi SD. Estudo de revestimentos por aspersão térmica de liga 'NI'-'CR'-B-'SI'-C. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021