Exportar registro bibliográfico

Uma avaliação do sistema de coleta informal de resíduos sólidos recicláveis no município de São Carlos, SP (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: MANCINI, PAULO JOSE PENALVA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: RESÍDUOS SÓLIDOS; EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: Os resíduos sólidos urbanos têm trazido grandes preocupações aos responsáveis pela gestão do saneamento das cidade modernas. A quantidade crescente de resíduos gerados, associada a dificuldades na disposição final dos mesmos, induz à buscadaminimização da geração de resíduos e maximização da sua recuperação. Os sistemas de coleta institucional de resíduos sólidos urbanos, em geral, e em particular no Município de São Carlos -SP, não fazem a segregação destes resíduos, sendotodoseles indistintamente coletados e levados à dispoção final em lixões ou aterros sanitários. Assim, em princípio, pouco lixo parece ser recuperado nas nossas cidades. Entretanto, em quase todo Brasil e em outros países; especialmentedoterceiro-mundo; existem pessoas que sobrevivem da catação de resíduos reaproveitáveis ou recicláveis, os quais são vendidos a depósitos de sucatas. O binômio catador/sucateiro, associado aos lavageiros, que coletam resíduos alimentaresparaalimentação animal, forma o elo fundamental do sistema de coleta informal de resíduos sólidos urbanos recicláveis ou recuperáveis. Neste trabalho levantaram-se dados, através de pesquisas junto aos depósitos de sucatas locais e junto acatadoresautônomos da cidade de São Carlos, sobre as quantidades de resíduos sólidos recicláveis que atualmente são movimentadas pela coleta informal no município. Estas quantidades retornam à cadeia produtiva, beneficiando tanto o homem comoanatureza.Visou-se mostrar que o binômio catador/sucateiro e os lavageiros têm exercido, um significativo trabalho de importância econômica e ambiental, mas não tem tido seus desempenhos avaliados de forma mais sistemática. Neste sentido, opresentetrabalho é uma contribuição para uma avaliação quantitativa e qualitativa do processo de coleta seletiva e reciclagem que ocorre em cidades de pequeno e médio porte no Estado de São Paulo e no Brasil. A metodologia básica ) utilizada foi o preenchimento de formulários nos depósitos de sucatas, restaurantes, quitandas; e entrevistas com sucateiros e catadores. O autor atuou junto ao binômio catador/sucateiro, na sua forma mais participativa, isto é,ajudando no processo de pesagem do material coletado, bem como envolvendo-se nas questões gerenciais. Os resultados obtidos tem como fonte, portanto, a observação do dia-a-dia deste segmento da população e da economia da cidade. É opiniãodoautor que apenas desta forma participativa é possível efetuar uma união entre o mundo acadêmico e a realidade na qual o mesmo está imerso. Como resultado deste trabalho estimou-se que no ano de 1996 o sistema de coleta informal deresíduosrecicláveis de cidade de São Carlos, SP, recuperou cerca de 17.100 toneladas de resíduos e gerou uma coleta, disposição final, consumo de energia e matéria-prima, além de propocionar renda para sucateiros, catadores e lavageiros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.05.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANCINI, Paulo José Penalva; SCHULZ, Harry Edmar. Uma avaliação do sistema de coleta informal de resíduos sólidos recicláveis no município de São Carlos, SP. 1999.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999.
    • APA

      Mancini, P. J. P., & Schulz, H. E. (1999). Uma avaliação do sistema de coleta informal de resíduos sólidos recicláveis no município de São Carlos, SP. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Mancini PJP, Schulz HE. Uma avaliação do sistema de coleta informal de resíduos sólidos recicláveis no município de São Carlos, SP. 1999 ;
    • Vancouver

      Mancini PJP, Schulz HE. Uma avaliação do sistema de coleta informal de resíduos sólidos recicláveis no município de São Carlos, SP. 1999 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021