Exportar registro bibliográfico

Investigação e modelagem da percepção de saliências em formas bidimensionais (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: PORTEZANI, CARLOS HENRIQUE - IFSC
  • Unidade: IFSC
  • Sigla do Departamento: FFI
  • Subjects: COMPUTAÇÃO APLICADA; SIMULAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação é o resultado de uma pesquisa na área de psicofísica para obtenção de uma modelagem da percepção visual de saliências em formas bidimensionais. Para que este objetivo fosse atingido, foi desenvolvido um experimento psicofísico executado através de um programa computacional, que apresenta aos indivíduos imagens de formas (ou contornos) bidimensionais com diversas características e saliências. O experimento é realizado em duas etapas, ambas com 16 indivíduos, e assim divididas devido às características das formas utilizadas. A primeira etapa é constituída de 30 imagens que apresentam formas mais prováveis de serem encontradas diariamente, além de apresentarem uma maior simetria e alongamento do que as 25 imagens que compõem a segunda etapa. Os resultados do experimento, ou seja, a frequência de escolha das regiões das imagens pelos indivíduos, foram organizados através de histogramas polares para cada uma das 55 imagens, sendo este gerados por computador, através de um programa por nós desenvolvido. As conclusões obtidas, quando efetuou-se uma comparação das regiões escolhidas pelos indivíduos com os conceitos sobre percepção de formas (basicamente a regra da "boa figura" dos princípios de Gestald), foram que as regiões escolhidas com mais frequência não são necessariamente as "boas regiões". A fim de obtermos modelos da percepção de saliências de formas bidimensionais, ou seja, modelos que determinem as regiões escolhidas pelos indivíduosdurante a realização do experimento psicofísico, foram desenvolvidos dois métodos de modelagem, sendo um relacionado com campos vetoriais e o outro com a entropia da curvatura das imagens apresentadas como estímulos aos indivíduos. Os resultados dos dois modelos foram comparados com os resultados práticos obtidos através do experimento psicofísico, a fim de obtermos uma análise da validade dos modelos. Através desta comparação foi possível concluir que, ) apesar dos modelos apresentarem uma representação quantitativa de algumas etapas do processo percepção de saliêcias, outros valores de suas variáveis devem ser testados para que o processo de modelagem torne-se mais próximo do ideal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.1999
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PORTEZANI, Carlos Henrique; COSTA, Luciano da Fontoura. Investigação e modelagem da percepção de saliências em formas bidimensionais. 1999.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-18062008-082315/ >.
    • APA

      Portezani, C. H., & Costa, L. da F. (1999). Investigação e modelagem da percepção de saliências em formas bidimensionais. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-18062008-082315/
    • NLM

      Portezani CH, Costa L da F. Investigação e modelagem da percepção de saliências em formas bidimensionais [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-18062008-082315/
    • Vancouver

      Portezani CH, Costa L da F. Investigação e modelagem da percepção de saliências em formas bidimensionais [Internet]. 1999 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-18062008-082315/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021