Exportar registro bibliográfico

Estudo psicodinâmico do puerpério em mulheres primíparas (1999)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FELICE, ELIANA MARCELLO DE - IP
  • School: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: DEPRESSÃO; PSICANÁLISE; PUERPÉRIO; EMOÇÕES; TESTE DE RELAÇÕES OBJETAIS DE PHILLIPSON
  • Language: Português
  • Abstract: Através de uma pesquisa com dezesseis mulheres primíparas, objetivou-se o estudo dos fatores psicodinâmicos que influem sobre as atitudes e sentimentos relacionados ao desempenho do papel materno, no início do período pós-parto. A amostracompunha-se de mulheres casadas, com idades variando entre 22 e 33 anos, com nível de instrução secundário ou superior e nível sócio-econômico médio. O estudo foi exploratório, para o qual foram utilizadas entrevistas semi-dirigidas e umatécnica projetiva: o Teste das Relações Objetais de Phillipson. Para o tratamento dos dados, foi utilizada a abordagem clínica, tomando-se como referencial a teoria psicanalítica. A análise do material obtido permitiu verificar, entre asexperiências emocionais das puérperas, a presença de: angústias persecutórias, culpa persecutória, angústias depressivas, mecanismos regressivos, identificação com o bebê, tendência à introversão e isolamento em relação ao mundo externo eidentificação com a figura materna. Fantasias edípicas, relacionadas à nova situação familiar "a três", também puderam ser verificadas. As expectativas da mulher durante a gravidez, com relação ao "bebê imaginário", mostraram-se relacionadas adiferentes aspectos do mundo psíquico, em cada caso. O contato com o "bebê real" ajudou a aplacar as angústias persecutórias na maior parte dos casos, e provocou em alguns a) experiência de um "choque" entre o "bebê real" e o "bebê imaginário".Considerando o puerpério como um período de crise na vida da mulher primípara, verificou-se que a relação com a figura materna internalizada consiste em um dosprincipais fatores internos que influenciam o tipo de adequação apresentado durante este período crítico. Constatou-se que a qualidade das experiências emocionais da mulher, durante a gravidez e o puerpério, depende da elaboração satisfatória daposição depressiva infantil. Entre os fatores externos que facilitam experiências positivas neste período, destacaram-se a qualidade da relação afetiva com o marido e o apoio adequado fornecido pelo ambiente que cerca a mulher
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.08.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FELICE, Eliana Marcello de; ROSA, José Tolentino. Estudo psicodinâmico do puerpério em mulheres primíparas. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Felice, E. M. de, & Rosa, J. T. (1999). Estudo psicodinâmico do puerpério em mulheres primíparas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Felice EM de, Rosa JT. Estudo psicodinâmico do puerpério em mulheres primíparas. 1999 ;
    • Vancouver

      Felice EM de, Rosa JT. Estudo psicodinâmico do puerpério em mulheres primíparas. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022