Exportar registro bibliográfico

Grupos-nome e identidades adolescentes: uma proposta de entendimento para a virtualização do cotidiano (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: CARVALHO, JOÃO EDUARDO COIN DE - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: COMPORTAMENTO SOCIAL; GRUPOS SOCIAIS; VIOLÊNCIA (SOCIOLOGIA); TECNOLOGIA; IDENTIDADE SOCIAL
  • Language: Português
  • Abstract: A idéia central desta tese é caracterizar e discutir a constituição e o movimento dos grupos e das identidades sociais, num cenário caracterizado pelo incremento da violência no cotidiano e pela presença cada vez mais intensa da tecnologia que, como mediadora das relações sociais, potencializa a construção de um universo de relacionamentos que tem como referente não a história, mas o virtual. A discussão sobre a presença e a importância do imaginário nas teorias sobre grupos em diferentes contextos históricos e filosóficos, e a crescente importância dada às categorias sociais como formadoras das identidades, são apresentadas como chave inicial para uma proposta de compreensão dos grupos sociais como meros nomes, esvaziados de imaginário, caracterizando uma efetiva virtualização das relações humanas. Neste cenário, as identidades sociais contemporâneas são entendidas como esculturais, identidades-imagem deslocadas para o corpo e seus adereços. Estas identidades, constituídas a partir dos grupos-nome, são marcas sem vida e promotoras de isolamento, ubiqüidade e equivalência social, implicando a morte da singularidade e da autoria nos indivíduos. A instalação destas identidades adolescentes, frágeis, e dos grupos-nome gera o pano de fundo para uma modulação da disputa pela hegemonia dos discursos entre os grupos sociais quando, na tentativa de estabelecer a permanência dos grupos, é abandonando o jogo da confrontação entre os discursos em benefício dabatalha pela mera ) supressão dos discursos e dos grupos oponentes. Desta batalha participam também a mídia e seus discursos virtuais, sem autores, induzindo a homogeneização social. Assim, a luta pela permanência num contexto marcado pela virtualização do cotidiano se transforma em luta pela sobrevivência dos grupos e dos indivíduos, num processo que alimenta a violência social e solicita a participação dos intelectuais como mediadores no reconhecimento dos grupos sociais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.09.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, João Eduardo Coin de; FIGUEIREDO, Luís Cláudio M. Grupos-nome e identidades adolescentes: uma proposta de entendimento para a virtualização do cotidiano. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Carvalho, J. E. C. de, & Figueiredo, L. C. M. (1999). Grupos-nome e identidades adolescentes: uma proposta de entendimento para a virtualização do cotidiano. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Carvalho JEC de, Figueiredo LCM. Grupos-nome e identidades adolescentes: uma proposta de entendimento para a virtualização do cotidiano. 1999 ;
    • Vancouver

      Carvalho JEC de, Figueiredo LCM. Grupos-nome e identidades adolescentes: uma proposta de entendimento para a virtualização do cotidiano. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021