Exportar registro bibliográfico

Efeitos da modalidade sensorial do estímulo nodal e da exposição sucessiva a arranjos de treino na formação de classes de estímulos equivalentes (1999)

  • Authors:
  • Autor USP: JULIANI, JOÃO - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: PSICOLOGIA EXPERIMENTAL; MATCHING TO SAMPLE; GENERALIZAÇÃO DO ESTÍMULO
  • Language: Português
  • Abstract: O comportamento humano complexo tem sido o foco de interesse da pesquisa comportamental nas últimas três décadas. O fenômeno relatado como equivalência de estímulos foi observado em um grande número de pesquisas com sujeitos humanos, inclusivecom deficientes mentais. Este fenômeno está bem documentado, porém há muitas dúvidas quanto às explicações deste tipo de desempenho apresentadas pelos diferentes autores na área de Psicologia Comportamental. Muitos aspectos necessitam deconfirmação experimental. Dois estudos foram conduzidos com o objetivo de responder a três questões: a) Qual o efeito da modalidade sensorial do estímulo nodal na emergência de classes de estímulos equivalentes? b) Qual o efeito da repetição dostestes de equivalência após a aquisição das discriminações condicionais de um arranjo de treino? c) As apresentações sucessivas de diferentes arranjos de treino e testes facilitam a formação de classes de estímulos equivalentes? Seis estudantesparticiparam do Estudo I e quatro do Estudo II, todos do primeiro ano do curso de Psicologia de uma faculdade particular de Londrina. Foram utilizados quatro arranjos de treino com duas discriminações condicionais em cada um. Dois arranjos (ABCe GHI) com o estímulo nodal auditivo (uma nota musical apresentada por 01 segundo e repetida até a resposta de observação do sujeito) e os estímulos de comparação visuais (desenhos apresentados na tela do computador); dois arranjos (DEF e JKL)com todos os estímulosvisuais. O procedimento de emparelhamento arbitrário com o modelo, com três estímulos de comparação, foi utilizado para ensinar as discriminações condicionais. No Estudo I, foi utilizado emparelhamento arbitráriosimultâneo nos Arranjos DEF e JKL e com atraso de zero segundo nos Arranjos ABC e GHI. No Estudo II, foi utilizado o procedimento de emparelhamento com o modelo, com atraso de zero segundos em todos os arranjos. Em ambos os estudos, ) os arranjos com estímulos modelos auditivos foram alternados com os arranjos em que todos os estímulos eram visuais. Todos os sujeitos (dos Estudos I e II) apresentaram formação de classes de estímulos em ambos os arranjos,independentemente da modalidade do estímulo nodal. A apresentação sucessiva dos testes complementares de equivalência produziu um aumento gradativo no índice de acertos nas tentativas de sonda em dois sujeitos do Estudo I. Este efeito não foiverificado com os sujeitos do Estudo II. Dois sujeitos do Estudo I e três do Estudo II apresentaram um decréscimo no índice de acertos nas tentativas de linha de base inseridas nos blocos de testes nos arranjos de treino que envolviam estímulosnodais auditivos, enquanto que o índice de acertos permanecia acima do critério de 90% nas tentativas de sonda. Estes dados foram discutidos como indicativos de que a relação de controle utilizada por estes sujeitos, para realizarem as primeirastentativas nos blocos de teste, não se manteve ao longo das outras tentativas e que énecessário rever a noção de emparelhamento de estímulos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.07.1999

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JULIANI, João; DE ROSE, Júlio César Coelho. Efeitos da modalidade sensorial do estímulo nodal e da exposição sucessiva a arranjos de treino na formação de classes de estímulos equivalentes. 1999.Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.
    • APA

      Juliani, J., & De Rose, J. C. C. (1999). Efeitos da modalidade sensorial do estímulo nodal e da exposição sucessiva a arranjos de treino na formação de classes de estímulos equivalentes. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Juliani J, De Rose JCC. Efeitos da modalidade sensorial do estímulo nodal e da exposição sucessiva a arranjos de treino na formação de classes de estímulos equivalentes. 1999 ;
    • Vancouver

      Juliani J, De Rose JCC. Efeitos da modalidade sensorial do estímulo nodal e da exposição sucessiva a arranjos de treino na formação de classes de estímulos equivalentes. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021